2021
DOI: 10.1590/1413-81232021265.07152019
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Fatores associados à insatisfação com a Imagem Corporal em adultos: análise seccional do ELSA-Brasil

Abstract: Resumo O objetivo deste artigo é avaliar a associação entre imagem corporal e variáveis sociodemográficas e comportamentos de saúde, por sexo masculino e feminino. Analisou-se dados de 6.289 mulheres e 5.188 homens, entre 35 e 59 anos, participantes da linha de base do Estudo Longitudinal de Saúde do Adulto (ELSA-Brasil) com a utilização da regressão multinomial. Entre as mulheres, a chance de insatisfação por se sentirem magras foi mais alta entre as com menor escolaridade e as que consumiam frutas semanalmen… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
4
1

Citation Types

0
2
0
4

Year Published

2022
2022
2024
2024

Publication Types

Select...
5

Relationship

1
4

Authors

Journals

citations
Cited by 7 publications
(6 citation statements)
references
References 39 publications
0
2
0
4
Order By: Relevance
“…Poucos artigos que discutem essa associação foram encontrados; contudo, achados anteriores de pesquisas realizadas no ELSA-Brasil apresentaram resultados semelhantes quanto à relação da dieta com a insatisfação com a imagem corporal. Albuquerque et al 13 , por exemplo, encontraram que, entre as mulheres, havia chances maiores de insatisfação com a imagem corporal por baixo peso e um baixo consumo semanal de frutas, o que poderia estar relacionado à insatisfação observada. Além disso, Silva et al 42 concluíram que a insatisfação com a imagem corporal pode influenciar os hábitos alimentares e de atividade física, determinando a percepção do seu estado geral de saúde.…”
Section: Discussionunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Poucos artigos que discutem essa associação foram encontrados; contudo, achados anteriores de pesquisas realizadas no ELSA-Brasil apresentaram resultados semelhantes quanto à relação da dieta com a insatisfação com a imagem corporal. Albuquerque et al 13 , por exemplo, encontraram que, entre as mulheres, havia chances maiores de insatisfação com a imagem corporal por baixo peso e um baixo consumo semanal de frutas, o que poderia estar relacionado à insatisfação observada. Além disso, Silva et al 42 concluíram que a insatisfação com a imagem corporal pode influenciar os hábitos alimentares e de atividade física, determinando a percepção do seu estado geral de saúde.…”
Section: Discussionunclassified
“…Semelhantemente, estudos recentes revelam que a distorção da imagem corporal pode se associar ao estilo de vida, contribuindo para gerar mudanças comportamentais relacionadas à saúde física, como alterações nutricionais 5 , 13 , atividade física 14 , consumo excessivo de álcool 15 , e à saúde mental 13 , influenciando a procura por cuidados de saúde 16 . Essa procura se traduz como aspecto fundamental, já que a distorção da imagem corporal pode favorecer menor engajamento em comportamentos relacionados à saúde e apresentar maiores riscos para ela 17 .…”
Section: Introductionunclassified
“…Different from our first hypothesis, the prevalence of BID was higher in the professor group; among them, 78.9% were dissatisfied due to excess weight. Estimates of dissatisfaction greater than 70% were observed among Mexican adults during the pandemic (Pineda-García et al, 2021) and the Brazilian university community in the pre-pandemic period (Albuquerque et al, 2021).…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%
“…Nos estudos de Almeida e Baptista (2016), Xavier e Almeida (2016), Toral et al (2016) e Albuquerque et al (2021), foi identificada a prevalência de insatisfação com a IC no sexo feminino. De acordo com Albuquerque et al (2021), o grau de Research, Society andDevelopment, v. 11, n. 14, e365111436446, 2022 (CC BY 4.0) | ISSN 2525-3409 | DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i14.36446 insatisfação foi maior em mulheres casadas com excesso de peso, praticantes de atividade física e ex-fumantes, revelando certas características atribuídas a essas mulheres insatisfeitas, que podem estar relacionadas à percepção negativa que detêm de sua IC, e/ou ainda às possíveis influências da vida conjugal na sua percepção, considerando, por exemplo, como elas percebem a visão dos seus esposos sobre seus corpos. Há de se considerar, ainda, o fato de que, estando elas insatisfeitas com a IC que detêm de seus corpos, recorrem aos exercícios físicos para solucionar seus problemas estéticos (Albuquerque et al, 2021).…”
Section: Discussionunclassified
“…De acordo com Albuquerque et al (2021), o grau de Research, Society andDevelopment, v. 11, n. 14, e365111436446, 2022 (CC BY 4.0) | ISSN 2525-3409 | DOI: http://dx.doi.org/10.33448/rsd-v11i14.36446 insatisfação foi maior em mulheres casadas com excesso de peso, praticantes de atividade física e ex-fumantes, revelando certas características atribuídas a essas mulheres insatisfeitas, que podem estar relacionadas à percepção negativa que detêm de sua IC, e/ou ainda às possíveis influências da vida conjugal na sua percepção, considerando, por exemplo, como elas percebem a visão dos seus esposos sobre seus corpos. Há de se considerar, ainda, o fato de que, estando elas insatisfeitas com a IC que detêm de seus corpos, recorrem aos exercícios físicos para solucionar seus problemas estéticos (Albuquerque et al, 2021).…”
Section: Discussionunclassified