2007
DOI: 10.1590/s0101-73302007000100014
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Entrevista com Willian Corsaro

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1
1

Citation Types

0
0
0
13

Year Published

2012
2012
2021
2021

Publication Types

Select...
3
3
1

Relationship

0
7

Authors

Journals

citations
Cited by 9 publications
(13 citation statements)
references
References 1 publication
(1 reference statement)
0
0
0
13
Order By: Relevance
“…Discutese o modo como essas imagens estereotipadas produzem efeitos nas subjetividades, analisando os discursos infantis sobre diferenças étnicas. A fundamentação teórica é tecida principalmente por estudos que investigam os efeitos das imagens das bonecas nas subjetividades infantis (Brougère, 1998;Dornelles, 2003e Souza, 2009 e pela sociologia da infância (Corsaro, 2002(Corsaro, , 2003(Corsaro, , 2005(Corsaro, , 2011Müller, 2007). A pesquisa foi realizada em uma escola pública da rede municipal de ensino de Porto Alegre (RS), que atende fundamentalmente às classes sociais de nível socioeconômico baixo.…”
Section: Crianças Bonecas E Diferenças éTnicasunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Discutese o modo como essas imagens estereotipadas produzem efeitos nas subjetividades, analisando os discursos infantis sobre diferenças étnicas. A fundamentação teórica é tecida principalmente por estudos que investigam os efeitos das imagens das bonecas nas subjetividades infantis (Brougère, 1998;Dornelles, 2003e Souza, 2009 e pela sociologia da infância (Corsaro, 2002(Corsaro, , 2003(Corsaro, , 2005(Corsaro, , 2011Müller, 2007). A pesquisa foi realizada em uma escola pública da rede municipal de ensino de Porto Alegre (RS), que atende fundamentalmente às classes sociais de nível socioeconômico baixo.…”
Section: Crianças Bonecas E Diferenças éTnicasunclassified
“…Como as crianças estão imersas nas práticas sociais e delas são participantes, muitos desses valores e ensinamentos são reproduzidos em suas discursividades, em suas brincadeiras e representações. Contudo, além de reproduzir, as crianças interpretam os discursos imagéticos, a cultura na qual estão inseridas, imprimindo novas visões por meios de negociações e afiliações na cultura de pares (Corsaro, 2002(Corsaro, , 2003(Corsaro, , 2005(Corsaro, , 2011Müller, 2007). Pesquisou-se e ouviu-se as crianças a respeito de suas infâncias e suas relações com as bonecas.…”
Section: Métodounclassified
“…William Corsaro, um dos importantes autores do novo campo dos estudos sociais da infância, em entrevista a Müller (2007), afirma que seus estudos, no começo dos anos 1970, tinham como interesse a aquisição da linguagem, por considerar que as abordagens hegemônicas naquele contexto histórico da pesquisa com crianças, as teorias comportamentalistas do desenvolvimento infantil e da aprendizagem, eram simplistas e subestimaram as ações das crianças. Foi assim que Corsaro partiu para o estudo das teorias de Piaget e Vigotski, tendo sido, segundo ele próprio, influenciado por eles, ao conduzir sua pesquisa para o desenvolvimento social e cultural das crianças de um modo mais geral.…”
Section: Introductionunclassified
“…A importância de enfatizar -nas pesquisas, na pedagogia, na política pública e no cotidiano da Educação Infantil, em creches e pré-escolas -as falas; as ações; e os pensamentos das crianças, como autoras no processo da história e da cultura, configura a relevância deste livro com três textos inéditos do pesquisador estadunidense, sociólogo da infância, criancista e criançólogo William Corsaro, que já tem o livro Sociologia da infância (Corsaro, 2011); um artigo (Corsaro, 2005); e uma entrevista (Müller, 2007) traduzidos e publicados no Brasil, além de outro artigo traduzido para o português, publicado em uma revista de Portugal (Corsaro, 2002). Portanto, este livro é mais uma forma de conhecê-lo, agora em debate com um pesquisador e 14 pesquisadoras brasileiras.…”
unclassified