2015
DOI: 10.4013/fem.2015.173.04
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Em busca da música infinita: os serviços de streaming e os conflitos de interesse no mercado de conteúdos digitais

Abstract: Este é um artigo de acesso aberto, licenciado por Creative Commons Attribution License (CC-BY 3.0), sendo permitidas reprodução, adaptação e distribuição desde que o autor e a fonte originais sejam creditados.revista Fronteiras -estudos midiáticos 17(3):302-311 setembro/dezembro 2015 Unisinos -doi: 10.4013/fem.2015.173.04 RESUMO O objetivo do artigo é analisar os serviços de streaming de música, buscando entender como a conciliação entre as práticas de consumo de conteúdos digitais e os interesses dos agent… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1

Citation Types

0
2
0
5

Year Published

2018
2018
2022
2022

Publication Types

Select...
7

Relationship

0
7

Authors

Journals

citations
Cited by 12 publications
(7 citation statements)
references
References 12 publications
0
2
0
5
Order By: Relevance
“…Portanto, pode-se afirmar que, de fato, os jovens buscam a customização do consumo de música por meio das plataformas de streaming. Os resultados coincidem com a afirmação de Kischinhevsky (2015), que relaciona o sucesso das plataformas de streaming à liberdade de escolha das músicas.…”
Section: Discussão Dos Resultadosunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Portanto, pode-se afirmar que, de fato, os jovens buscam a customização do consumo de música por meio das plataformas de streaming. Os resultados coincidem com a afirmação de Kischinhevsky (2015), que relaciona o sucesso das plataformas de streaming à liberdade de escolha das músicas.…”
Section: Discussão Dos Resultadosunclassified
“…Um serviço de streaming de música oferece diversas funções aos seus usuários, sendo o foco principal o fornecimento de extensas bibliotecas de músicas e álbuns por meio de uma conexão com a internet (Zimmer, 2018). A liberdade oferecida pelas plataformas de streaming para se poder ouvir o que se quiser e a qualquer momento é uma das facilidades que mais atrai os consumidores de música digital para este tipo de serviço (Kischinhevsky, 2015).…”
Section: Streaming De Música Publicidade Digital E Engajamentounclassified
“…Depois de anos de disputas judiciais e discursos catastróficos acerca da "morte do álbum" (Dantas, 2005), as plataformas de streaming musical, tais como o Spotify 19 e o YouTube, caminham para se consolidarem enquanto o novo modelo de negócios da indústria fonográfica contemporânea (Kischinhevsky et al, 2015). Na esteira das discussões acima mencionadas, o advento da música digital e a consolidação da internet a…”
Section: A Estética Do áLbumunclassified
“…Dentro dessa conjuntura, a maioria das bandas da cena buscou um caminho independente, que permite maior liberdade de criação musical (o que não significa negar o papel da grande mídia na sua popularização). As mudanças tecnológicas, sobretudo a partir do início dos anos 2000, permitiram o surgimento de novas formas de consumo musical por meio da distribuição online e das plataformas de streaming, bem como novas formas de relacionamento dos músicos com o público, como já se tem analisado(CRUZ, 2016;KISCHINHEVSKY et al, 2015; NOGUEIRA, 2013). Brito (2019) analisa de maneira mais específica esse direcionamento na carreira da Nação Zumbi.…”
unclassified