2008
DOI: 10.1590/s1517-86922008000400001
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Efeito de agentes térmicos aplicados previamente a um programa de alongamentos na flexibilidade dos músculos isquiotibiais encurtados

Abstract: A hipotermia e a hipertermia são sugeridas como meios físicos para aumentar a flexibilidade. O objetivo deste estudo foi comparar o efeito desses agentes térmicos aplicados previamente a um programa de alongamentos dos músculos isquiotibiais (ITs) encurtados. Foram selecionados 42 voluntários saudáveis com encurtamento de ITs avaliados pelo teste do Banco de Wells e Dillon (BWD). A amostra foi aleatoriamente dividida em quatro grupos: G1 (controle), n: 10; sete masculinos (M); 23 ± 0,8 anos (a); 23,4 ± 0,7kg/m… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1

Citation Types

0
5
0
15

Year Published

2015
2015
2022
2022

Publication Types

Select...
8

Relationship

0
8

Authors

Journals

citations
Cited by 16 publications
(20 citation statements)
references
References 21 publications
0
5
0
15
Order By: Relevance
“…O ganho expressivo de flexibilidade apontado nos resultados das avaliações (100%) demonstra que o remodelamento dos tecidos conjuntivo, muscular e tendinoso, assim como a adaptação nas proteínas miocontráteis dos sarcômeros foram alcançados pelos exercícios propostos no protocolo e, provavelmente, acelerados pelos efeitos fisiológicos da imersão 17 .…”
Section: Discussionunclassified
“…O ganho expressivo de flexibilidade apontado nos resultados das avaliações (100%) demonstra que o remodelamento dos tecidos conjuntivo, muscular e tendinoso, assim como a adaptação nas proteínas miocontráteis dos sarcômeros foram alcançados pelos exercícios propostos no protocolo e, provavelmente, acelerados pelos efeitos fisiológicos da imersão 17 .…”
Section: Discussionunclassified
“…A diminuição da descarga fusal e a redução do reflexo de estiramento acontecem por meio da redução do input sensorial do fuso muscular, que é responsável pela facilitação do estímulo motor e pelo aumento da tensão do músculo agonista. Uma vez reduzida a descarga fusal, reduz-se, por conseguinte, a interferência deste estímulo na tensão muscular 1, 13,17 . Outro fator relevante, favorável ao resfriamento, seria a diminuição do limiar de sensibilidade dolorosa ao alongamento por meio da redução da velocidade de condução nervosa.…”
Section: Protocolo De Intervençãounclassified
“…A diatermia por ondas curtas intervém na flexibilidade muscular pelo fato de ser um recurso que proporciona aquecimento de tecidos profundos, aumento de temperatura muscular local em torno de 4° e 4,6° em uma profundidade de três a cinco centímetros e que permanece em torno de cinco minutos. Este aumento da temperatura local proporciona diminuição do limiar de excitabilidade nervosa, aumento do fluxo sanguíneo, aumento do metabolismo tecidual, diminuição da atividade intrafuso muscular e promove o relaxamento muscular e o aumento da extensibilidade das fibras colágenas, alterando as propriedades viscoelásticas e mecânicas do tecido muscular, proporcionando benefícios à flexibilidade de músculos encurtados 1,10,16,17,18 . Não são claros, até o momento, os efeitos terapêuticos do calor profundo e da crioterapia sobre a força muscular.…”
Section: Protocolo De Intervençãounclassified
“…Os agudos ou imediatos são resultado da flexibilidade do componente elástico da unidade musculotendínea. Desta forma, o OC associado ao alongamento passivo pode auxiliar nos efeitos imediatos, pois modifica a elasticidade das proteínas musculares 40 . Já os efeitos crônicos resultam em remodelamento adaptativo da estrutura muscular 38,39 .…”
Section: Referênciasunclassified