2003
DOI: 10.1590/s0102-05362003000400032 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: A rtemísia [Tanacetum parthenium (L.) Schultz.-Bip., sinonímia Chrysanthemum parthenium L. Bern.] (Asteraceae) é uma planta medicinal nativa no Sudeste Europeu e Ásia Menor, utilizada na profilaxia da enxaqueca. Apesar da origem européia, encontra-se bem estabelecida na América do Norte e do Sul e no Nordeste da África (Hendriks et al., 1996;Brown et al., 1999). A literatura etnobotânica registra o uso de suas flores e folhas, por via oral e local, no tratamento caseiro de muitas enfermidades como dores de cab… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
Select...
2
1
1
1
3
3
0
11

Year Published

2012
2012
2018
2018

Publication Types

Select...
3
1

Relationship

0
4

Authors

Journals

3
3
0
11
Order By: Relevance
“…The chlorophyll content is an important indicator of leafsenescence (Carvalho, Casali, Souza, & Cecon, 2003) which is accelerated by water deficit and nitrogen deficiency (Machado, Durães, Rodrigues, Magalhães, & Cantão, 2004). In the analyzed region, leaf fall is higher in July and August (215, 680 and 711 DAFR), coinciding with the lower values of chlorophyll a, chlorophyll b and total chlorophyll (Figures 2A, 2B and 2C).…”
Section: Resultsmentioning
“…Ao compararmos o desempenho da espécie frente à reposição hídrica (Figura 4), observa-se que reduções de 50% na disponibilidade de água, ou seja, de 125 para 75 e de 100 para 50 % da ETo promoveram reduções nas respectivas ordens de 33,45 e 15,60% para AF; 34,78 e 10,51% para a MFF; 35,08 e 2,96% para MFT; 27,92 e 10,05% para o índice SPAD e 26,11e 15,28 % para a altura de planta.Assim, é possível inferir que a espécie apresenta respostas positivas ao aumento da reposição hídrica para as variáveis área foliar, índice de área foliar, massa seca e fresca de folhas, massa seca e fresca de ramos, massa fresca e seca total, medida indireta de clorofila (SPAD) e altura de planta. Esse mesmo padrão de resposta positiva da planta à uma maior reposição hídrica também foi observado em trabalhos realizados por Silva et al (2002) em Melaleuca alternifolia Cheel (Myrtaceae) e Carvalho et al (2003) em artemísia, onde a deficiência hídrica diminuiu o crescimento e a produção de biomassa fresca e seca das plantas. Marcum & Hanson (2006) observaram quedas significativas na produção de óleo essencial de menta na Califórnia, quando as plantas foram submetidas a lâminas de irrigação inferiores à evapotranspiração.…”
Section: Resultado E Discussãounclassified
“…O experimento foi desenvolvido na área pertencente ao Laboratório de Agroclimatologia (LAGRO) vinculado à Universidade Federal de Santa Maria Campus de Frederico Westphalen -RS em ambiente protegido, com localização geográfica de 27º 23' 48'S, 53º 25' 45''W e altitude de 490 m. Nas Tabelas 1 e 2 estão descritas as características físicas e químicas do solo da área experimental, sendo o mesmo classificado como Latossolo Vermelho aluminoférrico típico (EMBRAPA, 2006). Segundo a classificação climática de Köppen, o clima da região é Cfa (Maluf, 2000).…”
Section: Methodsunclassified
“…A deficiência hídrica severa, por outro lado, também favorece a formação de espécies reativas de oxigênio (ROS), que danificam as plantas oxidando pigmentos fotossintéticos, lipídeos de membrana, proteínas e ácidos nucléicos. Decréscimos nos teores de clorofila podem, portanto, ser sintoma característico de estresse oxidativo, e tem sido verificado em plantas sob estresse hídrico (CARVALHO et al, 2003). A ausência de respostas da atividade da RN e dos teores de clorofilas ao efeito simultâneo da deficiência hídrica e do alumínio tóxico no solo, em plantas jovens de cana-de-açúcar, pode ter sido em decorrência desses parâmetros fisiológicos serem mais sensíveis à restrição hídrica que a toxidez do alumínio.…”
Section: Resultsunclassified
“…Efeitos do estresse hídrico sobre o crescimento vegetativo da planta, é mais uma interação a ser considerada, pois o conteúdo de água interfere no crescimento da maioria dos vegetais, fato este demonstrado em estudo realizado por CARVALHO et al, 2003, onde os efeitos dos níveis hídrico do substrato sobre o crescimento das plantas foram estimados por meio de determinações periódicas da altura e da matéria fresca da parte aérea das planta de Tanacetum parthenium.…”
Section: Lista De Figurasunclassified