2009
DOI: 10.1590/s0101-73302009000200005
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Dimensiones del trabajo docente: una propuesta de abordage del malestar y el sufrimiento psiquico de los docentes en la Argentina

Abstract: La presente comunicación esta basada en estudios y trabajos de campo realizados a partir del convenio de cooperación entre la APBA y CTERA. Lleva 10 años de trabajo asentado en el programa de investigación "Salud en la escuela" del Instituto de Investigaciones Marina Vilte. El programa de investigación, con sus múltiples actividades, nos ha permitido trabajar con regularidad en todas las regiones del país con grupos de docentes de todos los niveles del sistema educativo. Nos hemos concentrado, particularmente,… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1
1

Citation Types

0
3
0
14

Year Published

2013
2013
2021
2021

Publication Types

Select...
7

Relationship

0
7

Authors

Journals

citations
Cited by 13 publications
(17 citation statements)
references
References 0 publications
0
3
0
14
Order By: Relevance
“…Na literatura brasileira há, ainda, outro conjunto de publicações sobre as condições materiais e psicossociais do trabalho docente, no Brasil e em outros países da América Latina, que se detém sobre os efeitos destas sobre a saúde dos professores (Cornejo-Chavez, 2009;Martinez, Collazo & Liss, 2009;Souza & Brito, 2013;Souza & Leite, 2011). Esses estudos fazem relações específicas da intensificação do trabalho docente (Assunção & Oliveira, 2009), pela conjunção de fatores que discutimos anteriormente, com a ocorrência de diversas formas de adoecimento do profissional (Barros & Louzada, 2007), como estresse e síndrome de burnout (Reis et al, 2006), problemas vocais e osteomusculares (Araújo & Carvalho, 2009), dentre outras variações que explicam o mal-estar docente (Tamez-Gonzalez & Perez-Dominguez, 2009;Pizzio & Klein, 2015).…”
Section: Eixo 6: Efeitos Do Trabalho Sobre a Saúde Dos Professoresunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Na literatura brasileira há, ainda, outro conjunto de publicações sobre as condições materiais e psicossociais do trabalho docente, no Brasil e em outros países da América Latina, que se detém sobre os efeitos destas sobre a saúde dos professores (Cornejo-Chavez, 2009;Martinez, Collazo & Liss, 2009;Souza & Brito, 2013;Souza & Leite, 2011). Esses estudos fazem relações específicas da intensificação do trabalho docente (Assunção & Oliveira, 2009), pela conjunção de fatores que discutimos anteriormente, com a ocorrência de diversas formas de adoecimento do profissional (Barros & Louzada, 2007), como estresse e síndrome de burnout (Reis et al, 2006), problemas vocais e osteomusculares (Araújo & Carvalho, 2009), dentre outras variações que explicam o mal-estar docente (Tamez-Gonzalez & Perez-Dominguez, 2009;Pizzio & Klein, 2015).…”
Section: Eixo 6: Efeitos Do Trabalho Sobre a Saúde Dos Professoresunclassified
“…Alguns estudos correlatos descrevem a situação psicossocial de mal-estar dos profissionais do ensino no contexto da América Latina, estando calcada em processos de desqualificação e desvalorização das funções docentes (Cornejo-Chavez, 2009;Martinez, Collazo & Liss, 2009;Oliveira, 2005). Os problemas decorrentes dessa conjuntura internacional atingem a eficiência dos sistemas de ensino, por mais que os professores busquem atuar com empenho/vigor e a educação seja vista como um bem das sociedades contemporâneas (Monteiro, 2009;Morgado, 2011).…”
Section: Considerações Finaisunclassified
“…In Argentina the few studies on occupational injuries that have been published refer to a limited number of sectors ( [16] in truck drivers; [17] for the case of teachers or [18] in veterinarians). Another feature of that evidence is its qualitative nature (see, for example, case studies reported by [19]).…”
Section: Background Literaturementioning
confidence: 99%
“…Al interior del discurso de los formadores de profesores es frecuente el uso de la categoría "malestar docente", en la misma línea que lo usó Esteve a finales de la década de 1980 (Martínez, Collazo y Liss, 2009) y Valdivia et al (2003 para el caso chileno. Esto posibilita la construcción de una subjetividad conflictuada:…”
Section: Estar En La Escuela: Condicionantes Y Posibilidadesunclassified