volume 27, issue 1, P29-35 2003
DOI: 10.1590/1981-5271v27.1-005
View full text
|
|
Share

Abstract: Resumo: Com o objetivo de conhecer o estudante de medicina da Faculdade de Ciências Médicas da Universidade do Estado do Rio de Janeiro, suas expectativas e transformações sobre aspectos sociodemográficos, vida universitária e profissionalização. A adesão foi de 95%no primeiro e de 74% no último ano. Verificou-se que a maioria era de brancos (90%) e mulheres 56%, e que 87,5% dos egressos apresentavam dependências econômicas do país, eram solteiros e sem filhos. Ao final do curso, dominavam o idioma inglês (96,…

Expand abstract