2020
DOI: 10.1590/1413-812320202512.29542018
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Crianças e adolescentes que consomem alimentos ultraprocessados possuem pior perfil lipídico? Uma revisão sistemática

Abstract: Resumo O aumento da participação de alimentos ultraprocessados na alimentação de crianças e adolescentes está relacionado ao desenvolvimento de agravos não transmissíveis, como dislipidemia. Objetivou-se realizar uma revisão sistemática da literatura sobre a relação do consumo de alimentos ultraprocessados e o perfil lipídico de crianças e adolescentes. Realizou-se uma busca nas bases de dados PubMed, Scopus, Cochrane e LILACS por estudos com desenhos transversais e longitudinais, com ou sem intervenção; em cr… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
2

Citation Types

0
3
0
4

Year Published

2021
2021
2024
2024

Publication Types

Select...
7
1

Relationship

0
8

Authors

Journals

citations
Cited by 18 publications
(7 citation statements)
references
References 46 publications
(71 reference statements)
0
3
0
4
Order By: Relevance
“…On the other hand, HBS have a periodicity of data collection with similar methodology among countries and have been recognized as a highly cost-effective tool for monitoring food patterns [ 47 , 48 ]. Therefore, these data are an important source for studying associations between food consumption and health outcomes [ 20 , 41 ]. Results from longitudinal studies produce more robust evidence [ 49 , 50 ], however, such studies are more long-lasting and expensive than ecological studies.…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%
See 1 more Smart Citation
“…On the other hand, HBS have a periodicity of data collection with similar methodology among countries and have been recognized as a highly cost-effective tool for monitoring food patterns [ 47 , 48 ]. Therefore, these data are an important source for studying associations between food consumption and health outcomes [ 20 , 41 ]. Results from longitudinal studies produce more robust evidence [ 49 , 50 ], however, such studies are more long-lasting and expensive than ecological studies.…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%
“…Such a fact exposes the relevance of identifying whether the associations observed when using individual data are maintained when an ecological approach is used. Although there are several recent systematic reviews on UPF consumption and health outcomes [ 20 , 21 , 22 , 23 , 24 , 25 , 26 ], there are none that focus on the availability of UPF with health outcomes.…”
Section: Introductionmentioning
confidence: 99%
“…Presume-se que quanto mais alta a glicemia pós-prandial, maior probabilidade de aumento na síntese de ácidos graxos a partir da glicose, devido ao fornecimento excessivo de átomos de carbono para o fígado (Polacow & Junior, 2007). Em consequência disso pode ocorrer oxidação reduzida e ao maior acúmulo de ácidos graxos nos tecidos e no sangue e a secreção de lipoproteínas de muito baixa densidade (VLDL -Very Low Density Lipoprotein), podendo contribuir para aumento nos níveis de TG e LDL-c e diminuição das concentrações de HDL-c (Alves et al, 2019;Brito et al, 2020;Beserra, et al, 2020). No entanto, no presente estudo não foi encontrada associação entre Padrão não Saudável e variáveis lipídicas.…”
Section: Discussionunclassified
“…Outros estudos mostram que alimentos ultraprocessados, como os últimos citados acima e os fast-foods, ocasionam o aumento do LDL-colesterol (do inglês, low density lipoprotein), colesterol total, triglicerídeos e diminuição do HDL-colesterol (do inglês, high density lipoprotein), o que pode acarretar complicações na saúde do indivíduo, como sobrepeso, obesidade, hipertensão, cardiopatias e outras doenças crônicas (Beserra et al, 2020).…”
Section: Introductionunclassified