2011
DOI: 10.1590/s1413-81232011001200023
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: O trabalho analisa as concepções de gênero e masculinidades de profissionais de saúde da Atenção Primária à Saúde em quatro estados do país (PE, RJ, RN, SP) a partir de duas perspectivas: os significados associados a ser homem e a relação masculinidade e cuidados em saúde. O estudo de natureza qualitativa é parte de pesquisa multicêntrica tendo por referência a triangulação de métodos. Foram analisadas 69 entrevistas em profundidade de profissionais de saúde com formação de nível superior. Os relatos dos profi… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1

Citation Types

2
45
0
112

Year Published

2015
2015
2019
2019

Publication Types

Select...
5
2
1

Relationship

1
7

Authors

Journals

citations
Cited by 116 publications
(159 citation statements)
references
References 11 publications
2
45
0
112
Order By: Relevance
“…Ao longo da história, o corpo masculino esteve socialmente representado como saudá-vel e resistente, em contraste com o corpo feminino, tido como instável e sensível a doenças (Rohden, 2011;Connell, 2005). O resultado dessas representações emerge quando os(as) profissionais percebem que homens e mulheres lidam de maneira distinta com a saúde e com os cuidados corporais, dado também verificado em outros estudos (Machin et al, 2011;Couto et al, 2010).…”
Section: Homens Cuidam Menos Da Saúde Do Que As Mulheres Porque Ambosunclassified
See 2 more Smart Citations
“…Ao longo da história, o corpo masculino esteve socialmente representado como saudá-vel e resistente, em contraste com o corpo feminino, tido como instável e sensível a doenças (Rohden, 2011;Connell, 2005). O resultado dessas representações emerge quando os(as) profissionais percebem que homens e mulheres lidam de maneira distinta com a saúde e com os cuidados corporais, dado também verificado em outros estudos (Machin et al, 2011;Couto et al, 2010).…”
Section: Homens Cuidam Menos Da Saúde Do Que As Mulheres Porque Ambosunclassified
“…Este modelo, ao recusar a vulnerabilidade, reduz a procura masculina por serviços preventivos, aumenta a mortalidade e dificulta que esses homens sintam-se acolhidos pelos serviços de saúde (Machin et al, 2011;Gomes et al 2007). A feminilidade hegemônica apresenta como ideal a mulher fraca, passiva e dependente (Rohden, 2003).…”
unclassified
See 1 more Smart Citation
“…De que modo desenvolver políticas públicas para os segmentos masculinos que não recaiam na oposição tradicional e binária entre "homem" e "mulher"? (Couto & Gomes, 2012) De acordo com Machin et. al (2011) e Knauth, Couto, e Figueiredo (2012, historicamente, as políticas de saúde no Brasil têm privilegiado ações materno-infantis.…”
Section: Gênero E O Estudo Sobre Masculinidadesunclassified
“…In view of this, some studies have discussed differences in morbidity and mortality patterns as being particularly related to masculine role models [7][8][9] . According to Souza et al 10 , men expose themselves more to risk situations because of masculinity reinforcing behaviours characterized by machismo and practices capable of causing premature death.…”
Section: Introductionmentioning
confidence: 99%