2008
DOI: 10.1590/s0102-311x2008000100005
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Atividade física em adultos e idosos residentes em áreas de abrangência de unidades básicas de saúde de municípios das regiões Sul e Nordeste do Brasil

Abstract: As mudanças na pirâmide demográfica brasileira e conseqüente envelhecimento populacional têm promovido aumento de doenças crônicas. Nesta realidade, as unidades básicas de saúde e a atividade física ganham importância. Em um estudo com delineamento transversal, avaliou-se a prevalência de sedentarismo e fatores associados em 4.060 adultos e 4.003 idosos, residentes em áreas de unidades básicas de saúde de 41 municípios com mais de 100 mil habitantes, em sete estados do Brasil. A prevalência de sedentarismo foi… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
4
1

Citation Types

10
38
2
81

Year Published

2009
2009
2018
2018

Publication Types

Select...
7

Relationship

0
7

Authors

Journals

citations
Cited by 112 publications
(131 citation statements)
references
References 15 publications
10
38
2
81
Order By: Relevance
“…more included cities in more than one State or region 12,13 . The South of Brazil had the most articles (22), followed by the Southeast (16), Northeast (8), Central-West (4), and North (2).…”
Section: Resultsmentioning
confidence: 99%
See 2 more Smart Citations
“…more included cities in more than one State or region 12,13 . The South of Brazil had the most articles (22), followed by the Southeast (16), Northeast (8), Central-West (4), and North (2).…”
Section: Resultsmentioning
confidence: 99%
“…Questionnaires were the most widely used instrument (45 studies). Although the majority of the studies used their own questionnaires, ten used the International Physical Activity Questionnaire (IPAQ) 13,18,24,28,32,33,34,35,36,37 . In five studies the interviews were conducted by telephone 8,38,39,40,41 .…”
Section: Resultsmentioning
confidence: 99%
See 1 more Smart Citation
“…Por esta razão, as pessoas com menor nível de escolaridade podem vir a praticar maior quantidade de atividade física durante o trabalho ou no deslocamento (a pé ou bicicleta) entre o trabalho e a residência 20 . Esta constatação é confirmada observando os resultados dos outros estudos realizados no Brasil que apontam que a inatividade física global é mais prevalente em indivíduos com maior nível de escolaridade 17,23 .…”
Section: Resultsunclassified
“…Os resultados e as propostas apresentadas no presente estudo motivam o desenvolvimento de ações de promoção da saúde e qualidade de vida nas empresas, sendo necessário o monitoramento de características e comportamentos que traduzam a realidade em cada contexto 23 . Em relação aos trabalhadores do setor metalomecâ-nico, estudos com maior abrangência que analisem o nível de atividade física em cada domínio, o IMC e outras variáveis ligadas ao estado de saúde, como a Razão Cintura Quadril e o percentual de gordura, percepção em relação à saúde e comportamentos sobre o uso de tabaco, álcool e drogas, são recomendados para que se possa conhecer ainda mais sobre essa população e investir com mais eficácia e eficiência nas ações de promoção da saúde desses trabalhadores.…”
Section: Considerações Finaisunclassified