2018
DOI: 10.24879/201800120010089
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Aborto e bioética no jornal Folha de São Paulo

Abstract: Este trabalho objetivou analisar, à luz da teoria das representações sociais, a construção do aborto como notícia atrelada aos debates bioéticos na imprensabrasileira. Foram selecionadas 46 matérias sobre aborto do acervo do jornal Folha de São Paulo. Os dados foram analisados com ajuda do softwareALCESTE, resultando em dois eixos: 1-ampliação das possibilidades legais para o aborto? - jornalistas e opinião pública aquecem a discussão sobre oacesso ao aborto; 2- definição de pessoa e valores - destaque para a … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...

Citation Types

0
0
0
1

Year Published

2021
2021
2021
2021

Publication Types

Select...
1

Relationship

0
1

Authors

Journals

citations
Cited by 1 publication
(1 citation statement)
references
References 8 publications
0
0
0
1
Order By: Relevance
“…No período entre 2000 e 2007, 25 projetos de lei foram apresentados com o foco no tema do aborto, desde projetos que pleiteavam a despenalização, a projetos que visavam a caracterização da prática em crime hediondo. Portanto, com acirrados conflitos de posicionamentos entre eles, não houve alteração no Código Penal Brasileiro(Morais, et al, 2018).Segundo a OMS, estima-se que ocorrem em torno de 80.000 mortes maternas relacionadas ao aborto inseguro por ano no mundo. No Brasil, o abortamento aparece como uma, das quatro causas mais frequentes de morte materna, sendo, em alguns estados, a causa primeira.…”
unclassified
“…No período entre 2000 e 2007, 25 projetos de lei foram apresentados com o foco no tema do aborto, desde projetos que pleiteavam a despenalização, a projetos que visavam a caracterização da prática em crime hediondo. Portanto, com acirrados conflitos de posicionamentos entre eles, não houve alteração no Código Penal Brasileiro(Morais, et al, 2018).Segundo a OMS, estima-se que ocorrem em torno de 80.000 mortes maternas relacionadas ao aborto inseguro por ano no mundo. No Brasil, o abortamento aparece como uma, das quatro causas mais frequentes de morte materna, sendo, em alguns estados, a causa primeira.…”
unclassified