2022
DOI: 10.1590/rbce.44.e20220084
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: RESUMO Discute o trabalho pedagógico de professores de Educação Física com crianças em tratamento oncológico, considerando as agências, as autorias e as produções culturais dos infantis. Trata-se de uma Pesquisa-Ação Colaborativa, desenvolvida com 61 crianças entre 4 e 12 anos. Os dados produzidos pela observação participante e registrados em diário de campo foram sistematizados em três categorias: planejamento em conjunto, tempo do brincar e agências infantis. Os resultados apontam para a construção coletiva … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2

Citation Types

0
0
0
2

Year Published

2023
2023
2023
2023

Publication Types

Select...
1

Relationship

0
1

Authors

Journals

citations
Cited by 1 publication
(2 citation statements)
references
References 6 publications
(5 reference statements)
0
0
0
2
Order By: Relevance
“…Diante desse cenário restritivo, o brincar é uma das dimensões da vida infantil mais afetada, tanto pelo caráter emocional e psicológico, como pelo estrutural, pois, em muitos casos, as crianças adaptam as brincadeiras de acordo com o contexto e a situação em que estão inseridas. Vários estudos, em diferentes perspectivas teóricas, apontam a importância das brincadeiras como uma possibilidade lúdica que traz benefícios às crianças em tratamento oncológico (TRINDADE, 2018(TRINDADE, , 2020(TRINDADE, , 2021MOTTA, ENUMO, 2004;BARBOSA JUNIOR, GOMES, 2007;BORGES, NASCIMENTO, MOTTA et al, 2010).…”
Section: Introductionunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Diante desse cenário restritivo, o brincar é uma das dimensões da vida infantil mais afetada, tanto pelo caráter emocional e psicológico, como pelo estrutural, pois, em muitos casos, as crianças adaptam as brincadeiras de acordo com o contexto e a situação em que estão inseridas. Vários estudos, em diferentes perspectivas teóricas, apontam a importância das brincadeiras como uma possibilidade lúdica que traz benefícios às crianças em tratamento oncológico (TRINDADE, 2018(TRINDADE, , 2020(TRINDADE, , 2021MOTTA, ENUMO, 2004;BARBOSA JUNIOR, GOMES, 2007;BORGES, NASCIMENTO, MOTTA et al, 2010).…”
Section: Introductionunclassified
“…Além do brincar se caracterizar como um direito inalienável e assegurado a todas as crianças, segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (BRASIL, 1990), também se configura como uma possibilidade para que se expressem, produzam cultura e restituam suas subjetividades, muitas vezes afetadas pelas circunstâncias impostas pelas asperezas do tratamento oncológico. Nessa esteira que compreende o brincar como um direito das crianças, mesmo diante de um tratamento oncológico severo, apontamos os estudos de Mello et al (2019Mello et al ( , 2021, Trindade (2018Trindade ( , 2020 e Galvão (2019).…”
Section: Introductionunclassified