2012
DOI: 10.20396/rho.v9i35.8639618
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

A influência do UNICEF e da UNESCO na educação infantil brasileira contemporânea

Abstract: RESUMO:Neste artigo discutimos a respeito das funções conferidas à educação infantil brasileira entre o final da década de 1970 e o final da de 1980. Para tanto, recorremos ao conteúdo sistematizado por duas áreas de conhecimento: a história da educação infantil brasileira e as políticas públicas. Na primeira parte do texto apresentamos as políticas econômicas e sociais do UNICEF e da UNESCO para a educação dos países em desenvolvimento. Na segunda parte analisamos a função compensatória atribuída à educação i… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1

Citation Types

0
0
0
2

Year Published

2020
2020
2021
2021

Publication Types

Select...
2

Relationship

0
2

Authors

Journals

citations
Cited by 2 publications
(2 citation statements)
references
References 4 publications
0
0
0
2
Order By: Relevance
“…A educação infantil iniciou o seu percurso vinculado a duas realidades, uma assistencialista, cujas crianças ficavam em creches e casas maternais pela necessidade da mãe trabalhar, geralmente eram crianças em condições de pobreza e até mesmo desnutridas e outra, das crianças matriculadas em pré-escolas e jardins de infância, onde recebiam socialização e educação, porém todas as instituições para crianças estavam envolvidas em um projeto, para algumas assistencialista e para outras educacional (LUCAS, 2009).…”
Section: Resultsunclassified
“…A educação infantil iniciou o seu percurso vinculado a duas realidades, uma assistencialista, cujas crianças ficavam em creches e casas maternais pela necessidade da mãe trabalhar, geralmente eram crianças em condições de pobreza e até mesmo desnutridas e outra, das crianças matriculadas em pré-escolas e jardins de infância, onde recebiam socialização e educação, porém todas as instituições para crianças estavam envolvidas em um projeto, para algumas assistencialista e para outras educacional (LUCAS, 2009).…”
Section: Resultsunclassified
“…Consultando trabalhos mais críticos e de caráter avaliativo das ações dos órgãos internacionais que tratam da desigualdade e pobreza na América Latina e Caribe, seja no campo das ciências sociais ou educação, temos, por exemplo, Shiroma, Moraes e Evangelista (2002), Penn (2002) e Lucas (2009), dentre outros. Em relação a modelos de análise de políticas, destacam-se Katzman (2011) e Sander (1995).…”
Section: P 94unclassified