2013
DOI: 10.1590/s0103-40142013000100023
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: O artigo tem como escopo repassar o contexto histórico-político no qual surge a chamada "geração de 37" e sua adaptação do romantismo no Rio da Prata. Para isso, analisam-se as diferentes abordagens críticas do Facundo. Civilização ou barbárie de Sarmiento, texto considerado fundador das letras argentinas, assim como as peripécias e publicações dos exilados do regime de Juan Manuel de Rosas, o caudillo a que estão dirigidas todas as críticas dos jovens românticos.

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...

Citation Types

0
0
0

Publication Types

Select...

Relationship

0
0

Authors

Journals

citations
Cited by 0 publications
references
References 1 publication
0
0
0
Order By: Relevance

No citations

Set email alert for when this publication receives citations?