2004
DOI: 10.1590/s0073-47212004000100012
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Relative growth of Uca burgersi (Crustacea, Ocypodidae) from two mangroves in the southeastern Brazilian coast

Abstract: The relative growth of the fiddler crab Uca burgersi Holthuis, 1967 was analyzed in two populations from different mangroves (Ubatumirim and Cavalo rivers) in the southeastern Brazilian coast, monthly sampled from May, 2001 to April, 2002. The population from a high productivity level mangrove reaches the sexual maturity in larger sizes than the population from a less productive site. This results can be attributed to the greater amount of nutrients found in the Cavalo than in Ubatumirim mangrove

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
3
2

Citation Types

8
17
0
11

Year Published

2005
2005
2024
2024

Publication Types

Select...
7

Relationship

0
7

Authors

Journals

citations
Cited by 39 publications
(36 citation statements)
references
References 33 publications
(28 reference statements)
8
17
0
11
Order By: Relevance
“…O nível de alometria obtido para o crescimento do abdome das fêmeas adultas de U. mordax da Ilha do Chapeuzinho (b = 1,60) é um dos mais altos dentre as espécies de Uca, sendo ultrapassado somente por U. burgersi, população do Rio Cavalo (BENETTI & NEGREIROS-FRANSOZO 2004). Entretanto a diversidade de valores do nível de alometria observado no crescimento relativo desta dimensão em fêmeas de Uca (ver tabela II de MASUNARI et al 2005) é de difícil interpretação, mostrando como a biologia e o comportamento reprodutivo destes animais são pouco conhecidos, necessitando de estudos futuros complementares.…”
Section: Discussionunclassified
See 1 more Smart Citation
“…O nível de alometria obtido para o crescimento do abdome das fêmeas adultas de U. mordax da Ilha do Chapeuzinho (b = 1,60) é um dos mais altos dentre as espécies de Uca, sendo ultrapassado somente por U. burgersi, população do Rio Cavalo (BENETTI & NEGREIROS-FRANSOZO 2004). Entretanto a diversidade de valores do nível de alometria observado no crescimento relativo desta dimensão em fêmeas de Uca (ver tabela II de MASUNARI et al 2005) é de difícil interpretação, mostrando como a biologia e o comportamento reprodutivo destes animais são pouco conhecidos, necessitando de estudos futuros complementares.…”
Section: Discussionunclassified
“…Portanto, uma oferta ininterrupta de alimento poderia estar favorecendo um crescimento contínuo, pleno e em taxas mais elevadas. Corrobora esta assunção, tamanhos diferenciados em populações de U. burgersi ocorrentes em hábitats de diferentes quantidades de matéria orgânica no solo descritos BENETTI & NEGREIROS-FRANSOZO (2004).…”
Section: Discussionunclassified
“…Por outro lado, como o abdome não é um executor independente e só pode funcionar junto com o esterno, ao atingir um tamanho efetivo na muda da puberdade, qualquer aumento desproporcional adicional na largura do abdome reduziria a eficiên-cia no mecanismo e tornaria difícil o movimento de caminhar. A figura 4 relaciona a largura máxima atingida pelas diversas populações e espécies de Uca (incluindo os dados do presente estudo) e o respectivo ponto de inflexão, nas dimensões LC e CMQ dos machos com base na literatura (MILLER 1973, MASUNARI & SWIECH-AYOUB 2003, BENETTI & NEGREIROS-FRANSOZO 2004, CASTIGLIONI & NEGREIROS-FRANSOZO 2004, MASUNARI & DISSENHA 2005. Houve uma correlação direta e linear entre estes valores que têm relação com o início da maturidade sexual morfológica nas espécies ou populações de Uca.…”
Section: Largura Da Carapaça (Mm) Largura Do Abdome (Mm)unclassified
“…Portanto, o tamanho em que um macho de uma determinada espécie de caranguejo sofre a muda puberal está em estreita relação com o tamanho máximo que a respectiva espécie ou população atinge. Por outro lado, esta correlação não foi observada nas fêmeas, na dimensão largura do abdome: espécies cujas fêmeas têm tamanhos máximos semelhantes apresentaram valores variados (MILLER 1973, MASUNARI & SWIECH-AYOUB 2003, BENETTI & NEGREIROS-FRANSOZO 2004, CASTIGLIONI & NEGREIROS-FRANSOZO 2004, MASUNARI & DISSENHA 2005. Este fato indica que as dimensões do corpo da fêmea sofrem influência de variáveis diferentes daquelas do macho.…”
Section: Largura Da Carapaça (Mm) Largura Do Abdome (Mm)unclassified
See 1 more Smart Citation