2007
DOI: 10.1590/s1516-18462007000100015
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Queixa de vertigem e hipertensão arterial

Abstract: OBJETIVO: investigar a presença de queixa de vertigem em pacientes de meia idade com hipertensão arterial. MÉTODOS: estudo do tipo prospectivo, transversal. Composto por 154 indivíduos de ambos os gêneros com idade de 45 a 64 anos. A hipertensão foi verificada por meio de medição da pressão arterial e de questionário sistematizado sobre hipertensão e uso de medicamentos para pressão arterial. A queixa de vertigem foi verificada por meio de anamnese audiológica. RESULTADOS: pode-se verificar que existe associaç… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
3
2

Citation Types

1
18
0
16

Year Published

2008
2008
2018
2018

Publication Types

Select...
8

Relationship

2
6

Authors

Journals

citations
Cited by 19 publications
(35 citation statements)
references
References 13 publications
1
18
0
16
Order By: Relevance
“…A influência do ruído sobre a presbiacusia tem sido postulada em numerosos relatórios por quase um século, no entanto, é difícil identificar o ruído prolongado como um único fator para alterações auditivas em idosos (4)(5)(6)(7)(8)(9)(10)(11)(12)(13)(14).…”
Section: Discussionunclassified
See 1 more Smart Citation
“…A influência do ruído sobre a presbiacusia tem sido postulada em numerosos relatórios por quase um século, no entanto, é difícil identificar o ruído prolongado como um único fator para alterações auditivas em idosos (4)(5)(6)(7)(8)(9)(10)(11)(12)(13)(14).…”
Section: Discussionunclassified
“…Sendo difícil definir se as alterações auditivas no idoso são causadas apenas pela degeneração associada à idade (4)(5)(6)(7)(8)(9)15). O zumbido, independentemente da queixa auditiva, é um sintoma auditivo muito relatado por indivíduos expostos a níveis de pressão sonora elevados, sendo que vários estudos têm referido que a exposição prolongada do ruído ocupacional pode não somente levar a uma diminuição da audição, mas também ao zumbido e à hiperacusia além de que a exposição excessiva ao ruído é o mais importante fator de risco para a diminuição da audição e para o aparecimento do zumbido, seguidos da idade e do gênero sendo recomendada a inclusão do tema zumbido em programas de prevenção da perda auditiva a fim de promover a saúde auditiva dos trabalhadores (16).…”
Section: Discussionunclassified
“…Muitos destes distúrbios seriam passíveis de prevenção por meio do cultivo de hábitos saudáveis desde a juventude, o que adiaria ou retardaria da suas manifestações 10,11 , conquistando-se assim o que se pode chamar de "compressão da morbidade", entendida como uma vida relativamente saudável e comprimindo as doenças em um curto período de tempo logo antes da morte 11 . A revisão bibliográfica realizada para execução desse trabalho e os dados obtidos por intermédio do estudo de caso desta paciente servem para mostrar o intrincado complexo metabólico hormonal e circulatório e ate mesmo emocional, presentes na maioria da população idosa, trazendo complicações orgânicas, inclusive para a orelha interna, acarretando o aparecimento e o agravamento da vertigem [12][13][14] . Isto reforça a importân-cia de um programa de reabilitação personalizada respeitando não apenas a localização da lesão, mas também as queixas do paciente, além de suas dificuldades e facilidades 15 .…”
Section: Discussionunclassified
“…Diagnostic research for hearing assessment consisted of audiological anamnesis, used in the treatment routine in the audiology department of the institution, based on Miller's anamnesis protocol (21) , and the tone threshold audiometry, considered gold standard to hearing range assessment in adults (22,23) . For the criteria of hearing loss, Davis and Silverman classification was used, taking into consideration the average frequency of 500 Hz, 1000 Hz and 2000 Hz, for each tested ear (22)(23)(24) .…”
Section: Methodsmentioning
confidence: 99%
“…For the criteria of hearing loss, Davis and Silverman classification was used, taking into consideration the average frequency of 500 Hz, 1000 Hz and 2000 Hz, for each tested ear (22)(23)(24) . Postural balance was assessed by means of the force platform, where all individuals stood for 60 seconds for the semi-tandem stand.…”
Section: Methodsmentioning
confidence: 99%