2014
DOI: 10.11606/2179-0892.ra.2014.89115
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

“Pessoa, tempo e conduta em Bali”, ou como se “fabricam” os nativos

Abstract: Admitindo deliberadamente que a coerção produzida por certas imagens na antropologia contemporânea esmaeceu devido a um “espírito da época”, o “fim do modernismo”, o artigo que se segue visa a discutir o caminho que Clifford Geertz parece ter seguido com o intuito de descrever o mundo balinês. Debruço-me no ensaio “Pessoa, tempo e conduta em Bali”, realçando que a presença da fenomenologia de Alfred Schutz cria um solo onde a análise de Geertz pode ser preenchida com metáforas que evocam “consistên… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...

Citation Types

0
0
0

Publication Types

Select...

Relationship

0
0

Authors

Journals

citations
Cited by 0 publications
references
References 1 publication
0
0
0
Order By: Relevance

No citations

Set email alert for when this publication receives citations?