2019
DOI: 10.5935/1415-2762.20190030
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Nursing Team Care Actions for Safe Peripheral Intravenous Puncture in Hospitalized Elderly People

Abstract: Objetivo: descrever os cuidados da equipe de Enfermagem na punção intravenosa periférica segura em idosos hospitalizados. Método: pesquisa qualitativa conduzida em um hospital geral público no interior da Bahia no ano de 2014. Realizaram-se entrevistas semiestruturadas com nove profissionais de Enfermagem da clínica médica, a partir de roteiro previamente elaborado. As entrevistas foram analisadas utilizando-se o método da análise de conteúdo. Resultados: emergiram as categorias analíticas: 1. Consideração sob… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
4

Citation Types

0
2
0
2

Year Published

2020
2020
2022
2022

Publication Types

Select...
4

Relationship

0
4

Authors

Journals

citations
Cited by 4 publications
(4 citation statements)
references
References 11 publications
(14 reference statements)
0
2
0
2
Order By: Relevance
“…A amostra estudada é constituída, na sua maioria, de idosos com média de idade de 66,9 e 65,5 anos (pré e pós-intervenção respectivamente), similar à de outros contextos 7-8, 19 . Conhecer o perfil dos pacientes é de extrema importância para o planejamento dos cuidados de enfermagem na punção venosa periférica, pois com o envelhecimento ocorre diminuição do turgor e da elasticidade da pele devido à deficiência de colágeno, além de aumento da sensibilidade capilar, e, consequentemente, do risco de sangramento e formação de hematoma, entre outras alterações 20 . Tais características são fundamentais para o processo de cuidados, para a tomada de decisão sobre a utilização ou não de garrote/torniquete, para a escolha do tipo de cateter, seleção do calibre e do local da punção venosa, e tipo de cobertura adesiva para fixação do cateter na pele, e sobre a periodicidade da avaliação do local de inserção.…”
Section: Discussionunclassified
“…A amostra estudada é constituída, na sua maioria, de idosos com média de idade de 66,9 e 65,5 anos (pré e pós-intervenção respectivamente), similar à de outros contextos 7-8, 19 . Conhecer o perfil dos pacientes é de extrema importância para o planejamento dos cuidados de enfermagem na punção venosa periférica, pois com o envelhecimento ocorre diminuição do turgor e da elasticidade da pele devido à deficiência de colágeno, além de aumento da sensibilidade capilar, e, consequentemente, do risco de sangramento e formação de hematoma, entre outras alterações 20 . Tais características são fundamentais para o processo de cuidados, para a tomada de decisão sobre a utilização ou não de garrote/torniquete, para a escolha do tipo de cateter, seleção do calibre e do local da punção venosa, e tipo de cobertura adesiva para fixação do cateter na pele, e sobre a periodicidade da avaliação do local de inserção.…”
Section: Discussionunclassified
“…The sample studied consists mostly of aged with a mean age of 66.9 and 65.5 years (pre-and post-intervention respectively), similar to other contexts [7][8]19 . Knowing the profile of patients is extremely important for the planning of nursing care in peripheral venipuncture, because with aging there is a decrease in turgor and elasticity of the skin due to collagen deficiency, in addition to increased capillary sensitivity, and consequently the risk of bleeding and hematoma formation, among other changes 20 . These characteristics are fundamental to the care process, for decision making about the use or not of tourniquet, for the choice of the type of catheter, selection of the caliber and site of venipuncture, and type of adhesive cover for fixing the catheter to the skin, and the periodicity of assessment of the insertion site.…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%
“…27 The occurrences of phlebitis can be related to the physiology of aging, which leads to greater sensitivity of the venous network, to the use of potentially irritating drugs 26 and care during puncture. 28 Importantly, pressure injuries, in turn, are a common problem among patients admitted to hospitals. The incidence of this AE between 0.4% and 38% has been reported among acute patients, with growth up to 60% for the development of a new lesion while the person remains hospitalized.…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%