2020
DOI: 10.1590/s0104-12902020190378
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Na sala de espera do terreiro: uma investigação com adeptos da umbanda com queixas de adoecimento

Abstract: Resumo As queixas de adoecimento fazem parte de uma importante parcela das demandas religiosas em diversas crenças, com destaque para a umbanda no cenário brasileiro. O objetivo deste estudo etnopsicológico foi conhecer o modo como adeptos da umbanda com queixas de adoecimento compreendem os processos de saúde-doença. Participaram 20 adeptos atendidos em dois terreiros localizados em uma cidade de médio porte do estado de Minas Gerais, Brasil. O corpus foi composto por entrevistas semiestruturadas transcritas … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1

Citation Types

0
0
0
7

Year Published

2021
2021
2024
2024

Publication Types

Select...
5

Relationship

0
5

Authors

Journals

citations
Cited by 6 publications
(8 citation statements)
references
References 19 publications
0
0
0
7
Order By: Relevance
“…Diante disso, a espiritualidade é empregada como recurso, principalmente, em contextos de adoecimento, no caráter de doenças crônicas, em que espiritualidade é considerada como um suporte aos pacientes, levando a uma melhor adaptação e tolerância frente ao diagnóstico e tratamento. Também foi apontada como um fator de proteção, em casos de transtornos mentais, tanto para os pacientes como para seus familiares (Backes et al, 2012;Costa et al, 2016;Dallalana & Batista, 2014;Farinhas et al, 2013;Gobatto & Araújo, 2013;Gomes et al, 2018;Hipolito et al, 2017;Hott & Reinaldo, 2020;Souza et al, 2015;Nascimento et al, 2020;Okuma et al, 2021;Paglione et al, 2019;Pallini et al, 2019;Reinaldo & Santos, 2016;Salimena et al, 2016;Silva et al, 2021;Silva & Scorsolini-Comin, 2020).…”
Section: Espiritualidade Como Fator De Proteçãounclassified
See 2 more Smart Citations
“…Diante disso, a espiritualidade é empregada como recurso, principalmente, em contextos de adoecimento, no caráter de doenças crônicas, em que espiritualidade é considerada como um suporte aos pacientes, levando a uma melhor adaptação e tolerância frente ao diagnóstico e tratamento. Também foi apontada como um fator de proteção, em casos de transtornos mentais, tanto para os pacientes como para seus familiares (Backes et al, 2012;Costa et al, 2016;Dallalana & Batista, 2014;Farinhas et al, 2013;Gobatto & Araújo, 2013;Gomes et al, 2018;Hipolito et al, 2017;Hott & Reinaldo, 2020;Souza et al, 2015;Nascimento et al, 2020;Okuma et al, 2021;Paglione et al, 2019;Pallini et al, 2019;Reinaldo & Santos, 2016;Salimena et al, 2016;Silva et al, 2021;Silva & Scorsolini-Comin, 2020).…”
Section: Espiritualidade Como Fator De Proteçãounclassified
“…Considerando a análise de 30 artigos, a espiritualidade foi relacionada com a busca de sentido. Os artigos apresentaram a espiritualidade como fator que possibilita diferentes interpretações de um contexto adverso, como exemplo frente a um adoecimento ou diante da morte, em que potencializa a construção de sentidos, auxiliando no enfrentamento desses contextos de crise e proporcionando qualidade de vida (Barbosa et al, 2017;Oliveira & Junges, 2012;Silva & Scorsolini-Comin, 2020;Vale & Líbero, 2017). Além do mais, foi apontada como um elemento que contribui na elaboração de significados sobre a existência, sem a necessidade de estar relacionada a uma religião em particular (Bravin et al, 2019;Dallalana & Batista, 2014;Gesualdo et al, 2017;Marques & Pucci, 2021;Silva et al, 2021;Vieira & Aquino, 2016).…”
Section: Espiritualidade E a Busca De Sentidounclassified
See 1 more Smart Citation
“…A primeira é que, conhecer um terreiro de umbanda é encontrar o Brasil e defrontar-se com diferentes facetas da brasilidade, desde as imagens sacras presentes nos terreiros, as práticas religiosas populares construídas ao longo dos últimos séculos e o transe de religiosos com características de populações do cotidiano brasileiro (indígenas e pretos-velhos, por exemplo) que atendem ao público (2,6) . Há também uma familiaridade quando se considera que as racionalidades sobre a saúde e a doença ali presentes são aquelas consideradas como leigas (7) , o que permite um diálogo mais fluido e uma compreensão mútua mais frequente e consistente.…”
unclassified
“…A segunda dimensão, a do diálogo, configura-se como a possibilidade de acesso ao sagrado em um contato íntimo, pessoal, não repetível e exclusivo (8) , o que permite a expressão das questões importantes à existência, o acolhimento mediante uma escuta atenta e as possibilidades de sínteses necessárias à continuidade do viver, buscando melhor qualidade de vida e maior construção de sentido à existência. Dessa maneira, como considera determinados autores (7) , a umbanda apresenta-se como um espaço/tempo capaz de abordar e de atender as pessoas de modo holístico, integral e integrador.…”
unclassified