2012
DOI: 10.1590/s0103-33522012000200003 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: Com base numa análise prosopográfica, este artigo incide sobre os padrões de recrutamento da elite governante da cultura. O universo em análise compreende os membros da elite governante da cultura em Portugal, desde o I ao XVIII Governos Constitucionais, no período entre 1976 e 2011. Esta análise tem em consideração as características demográficas (idade e género), as credenciais académicas, as carreiras profissionais e políticas, bem como eventuais competências no setor da cultura dos Ministros e Secretários … Show more

Help me understand this report

This publication either has no citations yet, or we are still processing them

Set email alert for when this publication receives citations?

See others like this or search for similar articles