2014
DOI: 10.1590/1413-81232014191.2048
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: Influência da organização da atenção básica e das características sociodemográficas da população na demanda pelo pronto atendimento odontológico municipalInfluence of the organization of primary care and the socio-demographic characteristics of the population on the demand for municipal emergency dental care

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
3
2

Citation Types

0
24
0
9

Year Published

2015
2015
2021
2021

Publication Types

Select...
5
1
1

Relationship

2
5

Authors

Journals

citations
Cited by 18 publications
(33 citation statements)
references
References 12 publications
0
24
0
9
Order By: Relevance
“…This emphasizes the importance of using tools for family, individual and social risk classification to improve dental care in these sectors and prevent emergency situations 18 . Therefore access to primary care eases the burden of dental emergency provided the care of emergency in time and in an opportune manner is guaranteed 19 .…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%
See 2 more Smart Citations
“…This emphasizes the importance of using tools for family, individual and social risk classification to improve dental care in these sectors and prevent emergency situations 18 . Therefore access to primary care eases the burden of dental emergency provided the care of emergency in time and in an opportune manner is guaranteed 19 .…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%
“…The study Fonseca et al 18 , evaluating the demand for dental emergency in the Prompt Dental Care Unit, showed an increasing demand for this service, with dental extractions being the most prevalent procedures. Moreover, the patients who were attended in these services came from the most vulnerable areas, and were persons who could not be treated in primary care services 18 .…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%
See 1 more Smart Citation
“…Entretanto, mesmo com a redução do percentual dos que nunca foram ao dentista no Brasil, estudos apontam que o acesso aos serviços de saúde bucal é seletivo e está relacionado com a condição econômica, a renda mé-dia e as taxas de emprego 10,11,15,21,23,25,33 . A necessidade de esclarecer se o aumento da oferta de serviços de saúde bucal possui reflexos no acesso ocasionou um aumento na produção científica nacional e internacional sobre o assunto, ou seja, o aumento da oferta de serviços de assistência odontológica não se traduz em melhoria do acesso ao serviço, tampouco da qualidade de vida das pessoas 7,11,14,19,33,34 . Apesar da ampliação da oferta de serviços assistenciais, não é acessível a todos, e a saúde bucal não se concretiza como um direito de 31,[35][36][37] .…”
Section: Aspectos Relacionados à Gestão E Assistência à Saúde Bucalunclassified
“…É necessário que a reorganização da assistência odontológica faça parte do projeto de governo local, siga as diretrizes da PNSB e melhore o acesso da população aos serviços públicos odontológicos não especializados e especializados para a garantia da integralidade do cuidado. Nesse sentido, a oferta de serviços odontológicos é uma variável que sofreu aumento na atenção básica sem que as atenções secundária e terciária acompanhassem o aumento na mesma velocidade 10,19,23,31,[33][34][35] .…”
Section: Aspectos Relacionados à Gestão E Assistência à Saúde Bucalunclassified