2011
DOI: 10.7322/abcs.v36i1.74
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: A febre amarela (FA) é um dos maiores desafios para as autoridades de saúde pública por se tratar de uma zoonose e, portanto, de difícil erradicação. Trata-se de uma doença infecciosa não contagiosa de curta duração causada por um vírus. Existem duas formas da doença: a febre amarela urbana (FAU) e a febre amarela silvestre (FAS), tendo como vetores os gêneros Aedes e Haemagogus, respectivamente. Tanto a FAU como a FAS podem variar de assintomática a grave. A principal medida de controle da infecção, após o co… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
3
1
1

Citation Types

0
0
0
11

Year Published

2017
2017
2021
2021

Publication Types

Select...
3
2
1

Relationship

0
6

Authors

Journals

citations
Cited by 7 publications
(11 citation statements)
references
References 10 publications
0
0
0
11
Order By: Relevance
“…Em 1940, a Fundação Rockefeller, em cooperação com o Serviço Nacional de Febre Amarela, escolheu uma região considerada livre da febre amarela para estudar essa questão. Em 1958, no ano em que se erradicou o Aedes aegypti no Brasil, foram feitos novos testes em Pouso Alegre, Minas Gerais, para verificar quanto tempo durava a imunidade conferida pela vacina (FERREIRA, 2011).…”
Section: Vacina Febre Amarelaunclassified
“…Em 1940, a Fundação Rockefeller, em cooperação com o Serviço Nacional de Febre Amarela, escolheu uma região considerada livre da febre amarela para estudar essa questão. Em 1958, no ano em que se erradicou o Aedes aegypti no Brasil, foram feitos novos testes em Pouso Alegre, Minas Gerais, para verificar quanto tempo durava a imunidade conferida pela vacina (FERREIRA, 2011).…”
Section: Vacina Febre Amarelaunclassified
“…Os surtos, no entanto, ocorrem com periodicidade irregular, dependendo do ecossistema favorável, como altas temperaturas e pluviosidade, além da baixa cobertura vacinal. A possibilidade de reemergência da febre amarela nas áreas urbanas é uma ameaça constante (FERREIRA et al, 2011;CONSELHO REGIONAL DE FARMÁCIA -PR, 2018; NORONHA e CAMACHO, 2017;.…”
Section: Introductionunclassified
“…A vacinação é a principal medida de controle da doença e é composta por vírus atenuado , NORONHA e CAMACHO, 2017FERREIRA et al, 2011).…”
Section: Introductionunclassified
“…As vacinas contra febre amarela se mostraram extremamente eficazes e capazes de gerar imunidade protetora com apenas uma dose, conforme demonstrado em estudos recentes (BARRETT e TEUWEN, 2009;FERREIRA et al, 2011;HIGGS, 2016). Por esta razão, a OMS recomenda a imunização com uma dose única da vacina para todas as crianças a partir de nove meses e adultos que vivam em áreas endêmicas para o YFV, ou que pretendem se dirigir a elas (VASCONCELOS, 2003;WHO, 2013).…”
Section: Epidemiologiaunclassified