2014
DOI: 10.1590/s0103-73072014000200004
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: A partir de uma crítica aos "usos impertinentes" do pensamento foucaultiano na pesquisa educacional, argumenta-se que, muitas vezes, é melhor esquecer Foucault. Mas o conselho de "esquecer o careca" nada tem a ver com os ataques de alguns intelectuais contra o filósofo - entre eles, Baudrillard, Merquior, Mandosio e Semprun. Lembrando que, assim como acontece com qualquer autor ou teoria, também Foucault não é "pau para toda obra": é preciso estar sempre atento à necessária pertinência entre, de um lado, aquil… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1

Citation Types

0
0
0
4

Year Published

2017
2017
2021
2021

Publication Types

Select...
5
1

Relationship

0
6

Authors

Journals

citations
Cited by 10 publications
(4 citation statements)
references
References 1 publication
(1 reference statement)
0
0
0
4
Order By: Relevance
“…A aproximação de teorizações foucaultianas com os estudos culturais deve ser feita com cautela, visto que tanto um quanto o outro estruturam-se como campos heterogêneos que não pretendem constituir modelos teóricos prontos para aplicação (Veiga-Neto, 2000). Essa heterogeneidade ou "dispersão", expressão de Alfredo Veiga-Neto, pode ser prolífica ao possibilitar escolha acurada de quais conceitos foucaultianos podem ser convenientes para análise dos estudos culturais (Veiga-Neto & Rech, 2014). Além disso, o intercâmbio conceitual entre os referidos campos deve amparar-se no caráter contingente da história e da constituição do sujeito a partir de relações de saber e relações de poder, fundamentos da teorização foucaultiana (Veiga-Neto, 2000).…”
Section: Quarta Ferramenta: Enunciados E Formações Discursivasunclassified
See 1 more Smart Citation
“…A aproximação de teorizações foucaultianas com os estudos culturais deve ser feita com cautela, visto que tanto um quanto o outro estruturam-se como campos heterogêneos que não pretendem constituir modelos teóricos prontos para aplicação (Veiga-Neto, 2000). Essa heterogeneidade ou "dispersão", expressão de Alfredo Veiga-Neto, pode ser prolífica ao possibilitar escolha acurada de quais conceitos foucaultianos podem ser convenientes para análise dos estudos culturais (Veiga-Neto & Rech, 2014). Além disso, o intercâmbio conceitual entre os referidos campos deve amparar-se no caráter contingente da história e da constituição do sujeito a partir de relações de saber e relações de poder, fundamentos da teorização foucaultiana (Veiga-Neto, 2000).…”
Section: Quarta Ferramenta: Enunciados E Formações Discursivasunclassified
“…O presente estudo apoia-se nestas teorizações foucaultianas em intercâmbio com as tradições dos estudos culturais latino-americanos e pós-coloniais ao propor passos metodológicos para análise de objetos audiovisuais. As referidas aproximações devem ser feitas com cautela, rigor e pertinência, pois Foucault não se constituiu como autor alinhado à perspectiva dos estudos culturais conforme expõe com precisão Veiga-Neto (2000) e tampouco suas teorizações podem ser utilizadas a prêt-à-porter (Veiga-Neto & Rech, 2014).…”
Section: Quarta Ferramenta: Enunciados E Formações Discursivasunclassified
“…Nesse sentido, propusemos-nos a utilizar os instrumentos disponibilizados pelo referencial para transitar por entre as enunciações do manual realizando uma leitura interessada dos textos, ou seja, (...) trata-se de saber aquilo que podemos aproveitar e aquilo que podemos descartar, deixar passar ou deixar de lado (12) . Para tanto, utilizamos algumas ferramentas e teorizações de Michel Foucault as quais viabilizaram essa forma de pensamento e análise.…”
Section: A Teoria E a Instituição De Um Saberunclassified
“…A gênese da Análise do Discurso (AD) se deu entre os anos de 1950 e 1960, e fez com que a comunidade científica brasileira e do mundo buscassem subsídios metodológicos nas obras de Michel Foucault, diferentes maneiras de interpretar os discursos nas pesquisas sobre educação (FISCHER, 2001(FISCHER, , 2004VEIGA-NETO;FISCHER, 2004).…”
Section: Forma De Análise Dos Dadosunclassified