2008
DOI: 10.1590/s0102-46982008000100002
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: RESUMO: Analisam-se as representações sobre relações de gênero na educação e as trajetórias sindicais de diretoras/es do 24º Núcleo do CPERS/SINDICATO (Centro dos Professores do Estado do Rio Grande do Sul -Sindicato dos Trabalhadores em Educação). No referencial, recuperam-se aspectos da constituição da docência que interferem nas representações sobre esse ofício: feminização, proletarização e sindicalização, bem como a fragilidade, nos sindicatos e na academia, das discussões sobre o impacto das relações de … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1
1
1
1

Citation Types

0
0
0
7

Year Published

2012
2012
2019
2019

Publication Types

Select...
3
1

Relationship

0
4

Authors

Journals

citations
Cited by 4 publications
(7 citation statements)
references
References 3 publications
(1 reference statement)
0
0
0
7
Order By: Relevance
“…Embora o espaço sindical tenha sido historicamente de predominância masculina (FERREIRA, 2008), no que se refere ao sindicalismo docente, isso parece ser relativo, tendo em vista que a base da categoria é composta, majoritariamente, por mulheres. No que diz respeito à cor da pele, 121 professores se reconhecem como negros ou pardos, 79 como brancos, 2 amarelos e 2 indígenas.…”
Section: O Campo Empíricounclassified
“…Embora o espaço sindical tenha sido historicamente de predominância masculina (FERREIRA, 2008), no que se refere ao sindicalismo docente, isso parece ser relativo, tendo em vista que a base da categoria é composta, majoritariamente, por mulheres. No que diz respeito à cor da pele, 121 professores se reconhecem como negros ou pardos, 79 como brancos, 2 amarelos e 2 indígenas.…”
Section: O Campo Empíricounclassified
“…Estudos como o de Ferreira (2008) indicam que as representações sobre a docência como trabalho de mulher dizem respeito à construção social, agregando atributos socialmente tidos como femininos, como a paciência e o cuidado, conformando identidades relacionadas ao gênero (CARVALHO, 1998), prevalecendo a ideia da necessidade de vocação (LOURO, 2001).…”
Section: Alguns Apontamentos Sobre Feminização Do Magistériounclassified
“…No artigo: "Desconforto e invisibilidade: representações sobre relações de gênero entre sindicalistas docentes", Ferreira (2008) aborda as representações sobre relações de gênero na educação e as trajetórias sindicais de diretoras(es) do 24º…”
Section: Kaufmannunclassified
“…Há predominância feminina: são 181 mulheres para 32 homens, confirmando o que aponta Gatti & Barreto (2009, p. 17) sobre os postos de trabalho para os profissionais do ensino serem 77% ocupados por mulheres. Embora o espaço sindical tenha sido historicamente de predominância masculina (Ferreira, 2008), no que tange ao sindicalismo docente, isso parece ser relativo, tendo em vista que a base da categoria é composta majoritariamente por mulheres.…”
Section: Spssunclassified
See 1 more Smart Citation