1998
DOI: 10.1590/s0103-06631998000100006
| View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: Uma grande variação de prevalência de bruxismo infantil é relatada na literatura (5% a 81%), dificultando o estabelecimento de parâmetros comparativos. O objetivo deste estudo foi determinar a prevalência de bruxismo excêntrico noturno (BEN) e suas características em 213 crianças de 2 a 11 anos, sendo 130 crianças atendidas na Clínica de Odontologia Infantil da FOP-UNICAMP e 83 crianças atendidas em consultório particular. Os dados foram coletados mediante entrevista dirigida ao responsável pela criança e ao s… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
3
1
1

Citation Types

8
22
1
20

Year Published

2007
2007
2021
2021

Publication Types

Select...
6
1

Relationship

0
7

Authors

Journals

citations
Cited by 17 publications
(51 citation statements)
references
References 5 publications
8
22
1
20
Order By: Relevance
“…É bem conhecido que condições psicológicas são identificadas como fatores de risco. Sendo assim, na condição de estudantes de graduação, o estresse pode ter sido o principal fator etiológico e predisponente, influenciando no aumento da tensão emocional e, consequentemente, ocasionando o bruxismo 21 . Esta consideração está de acordo com o estudo de Pedroni et al 20 , que verificaram que o fator emocional foi importante causa de DTM em estudantes universitários.…”
Section: Discussionunclassified
“…É bem conhecido que condições psicológicas são identificadas como fatores de risco. Sendo assim, na condição de estudantes de graduação, o estresse pode ter sido o principal fator etiológico e predisponente, influenciando no aumento da tensão emocional e, consequentemente, ocasionando o bruxismo 21 . Esta consideração está de acordo com o estudo de Pedroni et al 20 , que verificaram que o fator emocional foi importante causa de DTM em estudantes universitários.…”
Section: Discussionunclassified
“…Tooth wear may indicate a history of previous, and not current, bruxism, or the habit may be recent with a duration insufficient to cause tooth wear [9]. Thus, the methodology employed in the present study was based on two criteria for the definition of the occurrence of bruxism, i.e., clinical observation of tooth Table 1 Distribution of the groups with bruxism (GB) and without bruxism (GWB) regarding gender, age range, and type of dentition…”
Section: Discussionmentioning
confidence: 99%
“…Orofacial evaluation was performed by the same professional, who recorded type of dentition, degree of malocclusion and presence of tooth wear. The degree of malocclusion was classified according to the classification of the World Health Organization (WHO), the standard adopted by Shinkai et al [9], i.e., absent/mild (no abnormality, or mild anomalies such as one or more teeth with giroversion or with slight overlap or spacing), moderate-severe (anterior crossbite, open bite, posterior crossbite, marked overbite, and marked jutting of teeth). The presence of tooth wear was determined by the observation of facets for atypical wear that might characterize bruxism.…”
Section: Exclusion Criteriamentioning
confidence: 99%
See 1 more Smart Citation
“…Estudos de prevalência de bruxismo em crianças têm uma grande variabilidade, com prevalência entre 7 a 88% (22). Em estudo cuja população alvo foi crianças de 2 a 11 anos de idade, obteve-se uma prevalência para o bruxismo de 28,64% 23 . Entretanto, na amostra estudada o percentual foi de 12,6% em crianças de 5 a 12 anos.…”
Section: Discussionunclassified