DOI: 10.26512/2016.03.d.20385
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

A metonímia do pertencimento em Adriana Lisboa : identidade nacional e familiar em azul-corvo, Rakushisha e Hanói

Abstract: RESUMOO aumento do deslocamento entre países parece indicar uma mudança de percepção do sujeito contemporâneo, criando um sentimento comum à maior parte do mundo globalizado relativo à livre transposição de fronteiras e ao acesso a diferentes culturas, seja fisicamente ou virtualmente. A produção literária tem interpretado esse zeitgeist na representação de sujeitos em trânsito, discutindo profundamente as afiliações coletivas e individuais. Essa reflexão recai sobre os conceitos de nacionalidade e família, qu… Show more

Help me understand this report

This publication either has no citations yet, or we are still processing them

Set email alert for when this publication receives citations?

See others like this or search for similar articles