2015
DOI: 10.1590/1983-682120158154 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: Apesar de ocuparem lugares distintos na historiografia literária, é possível verificar que as obras de Camilo Castelo Branco e de Machado de Assis muito se aproximam. Uma das características que ambos compartilham é a forma crítica e distanciada com a qual observaram os movimentos estéticos de seu tempo. É nosso objetivo mostrar como os autores criticam o discurso científico, utilizado pelo naturalismo, em romances como O que fazem mulheres e O senhor ministro, de Camilo, e no conto "A causa secreta", de Macha… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
0
0
0
0
0
0
0
0

Publication Types

Select...

Relationship

0
0

Authors

Journals