2004
DOI: 10.1590/s0104-83332004000100011
View full text
|
|
Share

Abstract: Este artigo propõe uma reflexão sobre a biografia de Rahel Levin produzida por Hannah Arendt com o intuito de abordar a complexidade desse exercício que revela tanto aspectos metodológicos, quanto dimensões sócio-antropológicas e intelectuais da autora e de seu tema. A análise desse trabalho biográfico, somada a outras fontes conduziu à descoberta de aspectos dos usos adotados por Arendt para o método biográfico, questões relacionadas à identidade e ao surgimento da categoria "indivíduo" na Europa a partir do …

Expand abstract