volume 19, issue spe, P209-236 2003
DOI: 10.1590/s0102-44502003000300013
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: RESUMO: O presente trabalho faz uma breve retrospectiva da interpretação de conferências e apresenta semelhanças e diferenças entre o processo de tradução (escrita) e o de interpretação (oral* Este trabalho é uma versão bastante modificada e ampliada de outros com tema semelhante publicado no periódico Claritas, da PUC-SP, e na BRAZ-TESOL Newsletter. A parte referente à história da interpretação foi apresentada em uma exposição durante mesa-redonda da qual o autor participou no II CIATI, realizado em 2001 na …

Expand abstract