volume 35, issue 5, P196-204 2008
DOI: 10.1590/s0101-60832008000500004
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: ResumoContexto: A hipótese monoaminérgica da depressão não responde a uma série de questões, tais como "quais as causas dos distúrbios monoaminérgicos?" e "como explicar uma taxa de 30% de refratariedade aos antidepressivos?". Sendo assim, outras teorias têm sido propostas, entre elas, aquelas que enfocam as participações dos sistemas imune e endócrino. Objetivos: Analisar criticamente o papel do sistema de resposta imunoinflamatória na depressão e discutir a interação dos antidepressivos com esse sistema, ta…

Expand abstract