1988
DOI: 10.1590/s0103-40141988000200007 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: Estamos a doze anos do final do século XX. Vivemos num tempo atônito que ao debruçar-se sobre si próprio descobre que os seus pés são um cruzamento de sombras, sombras que vêm do passado que ora pensamos já não sermos, ora pensamos não termos ainda deixado de ser, sombras que vêm do futuro que ora pensamos já sermos, ora pensamos nunca virmos a ser. Quando, ao procurarmos analisar a situação presente das ciências no seu conjunto, olhamos para o passado a primeira imagem é talvez a de que os progressos científi… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
Select...
1
7
0
210

Publication Types

Select...

Relationship

0
0

Authors

Journals