2022
DOI: 10.1590/1980-4369e2022004 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: RESUMO O texto pretende debater a cisão do Partido Republicano Riograndense (PRR) a partir do estudo de caso do tiroteio no Clube Pinheiro Machado, em Livramento, em 1910, com saldo de três mortos, vértice do conflito que opôs as famílias Flores da Cunha e Pereira de Souza, cujos desdobramentos repercutiram no Rio de Janeiro e alcançaram a política uruguaia. Investigam-se as causas do conflito, bem como o contexto no qual se inscreveu, de indistinção entre espaço público e privado, típico do sistema coronelist… Show more

Help me understand this report

This publication either has no citations yet, or we are still processing them

Set email alert for when this publication receives citations?

See others like this or search for similar articles