2001
DOI: 10.1590/s1516-31802001000200008
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

The perimenopause, depressive disorders, and hormonal variability

Abstract: CONTEXT: Several investigations have postulated that the perimenopause may represent a period of increased psychiatric vulnerability, particularly for mood disorders. This review characterizes the perimenopause, including biological changes, the influence of psychosocial factors and the most common clinical manifestations. Clinic-based studies and community-based surveys addressing the prevalence of depressive symptoms in perimenopausal women are critically reviewed. We also discuss the potential greater vulne… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
3
2

Citation Types

3
34
0
15

Year Published

2003
2003
2020
2020

Publication Types

Select...
6

Relationship

0
6

Authors

Journals

citations
Cited by 51 publications
(56 citation statements)
references
References 57 publications
3
34
0
15
Order By: Relevance
“…Como seria esperado, as mulheres que referiram sintomas psíquicos atuais, uso atual de antidepressivo e episódio depressivo anterior tiveram pontuação significativamente mais alta. Outros autores já relataram o histórico depressivo pregresso como fator de risco importante para sintomatologia depressiva no climatério [1][2][3][4]9,11,13 .…”
Section: Discussionunclassified
See 4 more Smart Citations
“…Como seria esperado, as mulheres que referiram sintomas psíquicos atuais, uso atual de antidepressivo e episódio depressivo anterior tiveram pontuação significativamente mais alta. Outros autores já relataram o histórico depressivo pregresso como fator de risco importante para sintomatologia depressiva no climatério [1][2][3][4]9,11,13 .…”
Section: Discussionunclassified
“…Algumas mulheres, em torno de 5%, experimentam depressão pré-menstrual cíclica forte o suficiente para preencher os critérios de transtorno disfórico pré-menstrual) 1 . A gravidez e o puerpério também são acompanhados de maior incidência de quadros depressivos, e ensaios clínicos demonstraram melhora da depressão pós-parto com terapia estrogênica 2 . O uso do 17-estradiol transdérmico para o tratamento de quadros depressivos perimenopáusicos também obteve sucesso quando utilizado isoladamente ou em combinação com inibidores de recaptação da serotonina, tendo sido considerado um efeito independente da melhora dos sintomas vasomotores 7,15,25,27 .…”
Section: Discussionunclassified
See 3 more Smart Citations