Search citation statements

Order By: Relevance
Select...
3
1
2
18
0
10

Year Published

2010
2010
2017
2017

Publication Types

Select...
2
1

Relationship

0
3

Authors

Journals

2
18
0
10
Order By: Relevance
“…A produção de substâncias algogênicas como prostaglandina e serotonina, em situações de lesões por trauma, vão diminuindo com o passar dos dias e da cicatrização da lesão tecidual (11)(12)16) . Desse modo, a frequente avaliação da dor, assim como a efetividade da ação dos fármacos, deverá ser realizada como um cuidado importante da equipe de saúde, não esquecendo que a dor é considerada como o quinto sinal vital (2) . Dos 42 pacientes que foram medicados, apenas 18 receberam fármacos mais de uma vez (em dois momentos) e 24 apenas uma única vez.…”
Section: Eav -Esc Ala An Aló G Ica VI Su Al; Niss = New In Ju Ry Se Vunclassified
See 1 more Smart Citation
Create an account to read the remaining citation statements from this report. You will also get access to:
  • Search over 1b+ citation statments to see what is being said about any topic in the research literature
  • Advanced Search to find publications that support or contrast your research
  • Citation reports and visualizations to easily see what publications are saying about each other
  • Browser extension to see Smart Citations wherever you read research
  • Dashboards to evaluate and keep track of groups of publications
  • Alerts to stay on top of citations as they happen
  • Automated reference checks to make sure you are citing reliable research in your manuscripts
  • 14 day free preview of our premium features.

Trusted by researchers and organizations around the world

Over 100,000 students researchers, and industry experts at use scite

See what students are saying

rupbmjkragerfmgwileyiopcupepmcmbcthiemesagefrontiersapsiucrarxivemeralduhksmucshluniversity-of-gavle
“…A produção de substâncias algogênicas como prostaglandina e serotonina, em situações de lesões por trauma, vão diminuindo com o passar dos dias e da cicatrização da lesão tecidual (11)(12)16) . Desse modo, a frequente avaliação da dor, assim como a efetividade da ação dos fármacos, deverá ser realizada como um cuidado importante da equipe de saúde, não esquecendo que a dor é considerada como o quinto sinal vital (2) . Dos 42 pacientes que foram medicados, apenas 18 receberam fármacos mais de uma vez (em dois momentos) e 24 apenas uma única vez.…”
Section: Eav -Esc Ala An Aló G Ica VI Su Al; Niss = New In Ju Ry Se Vunclassified
“…Embora freqüente, pouca atenção tem sido concedida ao controle álgico do traumatizado e o tema é insuficientemente pesquisado em nosso meio (2) . As repercussões orgânicas do processo álgico intenso são subestimadas por médicos e enfermeiros; a desinformação sobre as técnicas disponíveis e sobre a farmacologia das drogas analgésicas; condições do local do acidente e do setor de emergência adversas a esse tipo de tratamento e a administração precoce de analgésicos podendo mascarar um indício valioso para o diagnóstico etiológico são os principais motivos citados na literatura para o inadequado controle da dor no setor de emergência (2)(3) . Dor é uma experiência sensorial e emocional desagradável, associada a uma lesão tissular real ou potencial, e descrita em termos de tal dano (4) .…”
Section: Introductionunclassified
“…Esses achados podem refletir os resultados negativos de estudos que apontaram que a dor, seja ela aguda ou crônica, é subdiagnosticada, mal avaliada, subtratada, com baixa resolutividade e por vezes negligenciada em vários níveis de atenção à saúde [4][5][6] .…”
Section: Introductionunclassified
“…Emergency physicians care for patients with pain on an extremely frequent basis [1][2][3][4][5][6][7][8][9][10][11][12][13][14][15][16][17][18][19][20]. Th e prevalence of pain as the presenting complaint of patients seeking eme rgen cy department (ED) care ranges from 38 % [3] to as high as 78 % [1].…”
Section: Introductionmentioning
“…As a result, evidence-based use of analgesics should be a foundational skill of emergency physicians. However, the literature consistently reports that emergency physicians are ofte n poor at treating pain [1,2,8,13,14,16,19,20] . Notwithstanding the prevalence of pain in the ED, many patients often report that their pain was no t pr oper ly t reated [3,7,20].…”
mentioning