volume 17, issue 1, P92-113 2015
DOI: 10.1590/s1517-106x2015000100007
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: ResumoEsforçando-se por pensar um modo próprio de teorização lusófona no Brasil que escape tanto da importação/tradução aculturadora de textos teóricos estrangeiros que caracteriza em larga medida a vida intelectual e acadêmica do país quanto da teorização nacionalizante baseada numa "subtração" de tudo que seria estrangeiro, mas também da falsa solução a essa dicotomia representada pelo influente discurso da "Antropofagia", este ensaio delineia, com base em Derrida, a perspectiva da tradução ex-apropriadora …

Expand abstract

Search citation statements

Order By: Relevance

Citation Types

0
0
0

Paper Sections

0
0
0
0
0

Publication Types

0
0
0
0

Relationship

0
0

Authors

Journals