2017
DOI: 10.5380/re.v41i1.39651
View full text |Buy / Rent full text
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: Resumo: Este artigo objetiva identificar teórica e empiricamente a relação entre um eficiente sistema financeiro e um sistema de inovação consolidado para os estados do Sudeste brasileiro entre 2000 e 2012, com base na literatura Keynesiana e Schumpeteriana. Com base no método de dados em painel, identifica-se que tanto o montante de depósitos totais do sistema financeiro, quanto o volume estadual de crédito possuem relação positiva com o dinamismo econômico. Já a relação entre preferência pela liquidez e créd… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
1

Citation Types

0
0
0
1

Year Published

2022
2022
2022
2022

Publication Types

Select...
1

Relationship

0
1

Authors

Journals

citations
Cited by 1 publication
(3 citation statements)
references
References 3 publications
(3 reference statements)
0
0
0
1
Order By: Relevance
“…Uma forma de analisar as condições de crédito de uma economia é a perspectiva keynesiana, na Tomás Pereira Machado, Alexandre Florindo Alves qual os agentes têm uma preferência por reter moeda em momentos de incerteza, quando o retorno esperado das aplicações alternativas desses recursos, como empréstimos ou investimentos produtivos, é mais baixo. A baixa oferta de crédito em períodos de incerteza eleva as taxas de juros e dificulta o acesso dos empreendedores ao crédito (TORRES; VIEIRA; CRUZ, 2017).…”
Section: Tomás Pereira Machado Alexandre Florindo Alvesunclassified
“…Uma forma de analisar as condições de crédito de uma economia é a perspectiva keynesiana, na Tomás Pereira Machado, Alexandre Florindo Alves qual os agentes têm uma preferência por reter moeda em momentos de incerteza, quando o retorno esperado das aplicações alternativas desses recursos, como empréstimos ou investimentos produtivos, é mais baixo. A baixa oferta de crédito em períodos de incerteza eleva as taxas de juros e dificulta o acesso dos empreendedores ao crédito (TORRES; VIEIRA; CRUZ, 2017).…”
Section: Tomás Pereira Machado Alexandre Florindo Alvesunclassified