2004
DOI: 10.1590/s1413-294x2004000300009
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Ser e estar drag queen: um estudo sobre a configuração da identidade queer

Abstract: O principal objetivo deste estudo foi identificar o processo de formação da identidade queer das drag queens do circuito Balneário Camboriú e Florianópolis. Para atingir este propósito, foi investigado como se processa a relação de identificação das drag queens com o gênero feminino e masculino. Abordou-se também de que modo configura-se a relação entre o sujeito e a personagem drag queen, descrevendo a sua visão sobre a própria sexualidade. Estes dados foram obtidos através de pesquisa exploratória com três s… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
2
0
5

Year Published

2008
2008
2021
2021

Publication Types

Select...
6

Relationship

0
6

Authors

Journals

citations
Cited by 10 publications
(7 citation statements)
references
References 1 publication
0
2
0
5
Order By: Relevance
“…Normally, drag queens are not essentially considered transgender; for some authors, this practice can even be understood as a category of theatrical work (Baker, 1994;Jesus, 2012;Chidiac & Oltramari, 2004). On the other hand, Caproni Neto (2016) argues that disassociating drag queens from the context of gender dynamism may only partially embrace the reality of the situation.…”
Section: Art and Work In Drag Queen Culturementioning
confidence: 99%
“…Normally, drag queens are not essentially considered transgender; for some authors, this practice can even be understood as a category of theatrical work (Baker, 1994;Jesus, 2012;Chidiac & Oltramari, 2004). On the other hand, Caproni Neto (2016) argues that disassociating drag queens from the context of gender dynamism may only partially embrace the reality of the situation.…”
Section: Art and Work In Drag Queen Culturementioning
confidence: 99%
“…Apesar da presença da teoria queer na academia brasileira em campos do saber como Psicologia (Borges, 2014;Chidiac & Oltramari, 2004;Sampaio & Germano, 2014), Filosofia (Rodrigues, 2012) e Literatura/Linguística (Costa & Ávila, 2005), foi na Educação (César, 2009;Franco & Cicillini, 2015;Motta & Ribeiro, 2013) e na Sociologia (Alós, 2010;Brumer, 2009;Duque, 2012;Fernandes, 2015;Miskolci, 2009a;Miskolci & Balieiro, 2011;Pino, 2007) que a teoria queer se consolidou. Quase a totalidade desses estudos desenvolvidos buscam analisar aspectos identitários sobre gênero e sexualidade (Alós, 2010;Borges, 2014;Brumer, 2009;César, 2009;Chidiac & Oltramari, 2004;Duque, 2012;Fernandes, 2015;Franco & Cicillini, 2015;Miskolci, 2009a;Miskolci & Balieiro, 2011;Motta & Ribeiro, 2013;Pino, 2007;Rodrigues, 2012;Sampaio & Germano, 2014).…”
Section: A Emergência Da Teoria Queerunclassified
“…Quase a totalidade desses estudos desenvolvidos buscam analisar aspectos identitários sobre gênero e sexualidade (Alós, 2010;Borges, 2014;Brumer, 2009;César, 2009;Chidiac & Oltramari, 2004;Duque, 2012;Fernandes, 2015;Franco & Cicillini, 2015;Miskolci, 2009a;Miskolci & Balieiro, 2011;Motta & Ribeiro, 2013;Pino, 2007;Rodrigues, 2012;Sampaio & Germano, 2014). Especificamente nos estudos organizacionais brasileiros, a teoria queer ainda não se encontra consolidada, como nos estudos organizacionais do Reino Unido.…”
Section: A Emergência Da Teoria Queerunclassified
“…Existe ainda, a expressão drag queen que se refere a atores transformistas (homossexuais ou não), que no seu cotidiano andam vestidos de homem, exercendo profissões diversas, não afeitas ao transformismo durante o dia (6) . Entretanto, a maioria das drags queens tem saído dos espaços exclusivamente GLBTT (Gays, lésbicas, bissexuais, transexuais e transgêneros) para executarem performances nos mais diversos ambientes.…”
Section: Submissãounclassified