2007
DOI: 10.1590/s0104-026x2007000200009 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: RURALID RURALID RURALID RURALID RURALIDADE E MULHERES ADE E MULHERES ADE E MULHERES ADE E MULHERES ADE E MULHERES RESPONSÁVEIS POR DOMICÍLIOS NO RESPONSÁVEIS POR DOMICÍLIOS NO RESPONSÁVEIS POR DOMICÍLIOS NO RESPONSÁVEIS POR DOMICÍLIOS NO RESPONSÁVEIS POR DOMICÍLIOS NO NORTE E NO NORDESTE NORTE E NO NORDESTE NORTE E NO NORDESTE NORTE E NO NORDESTE NORTE E NO NORDESTE R R R R Resumo esumo esumo esumo esumo: A comparação de mulheres como responsáveis de domicílios no Norte e no Nordeste revela efeitos de diferenc… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
Select...
1
1
0
0
0
3

Year Published

2010
2010
2021
2021

Publication Types

Select...
3

Relationship

0
3

Authors

Journals

0
0
0
3
Order By: Relevance
“…Nas experiências observadas as mulheres desempenham um papel protagonista na decisão de criação das feiras agroecológicas, o que pode ser atribuído ao fato de que elas permanecem continuamente nos agroecossistemas, enquanto os homens migram de forma sazonal para outras regiões. Corroborando a afirmação acima Scott (2007) afirma que a área rural da região Nordeste do Brasil é a que detêm mais domicílios com mulheres responsáveis do que qualquer outra região do país. O autor afirma ainda que fluxos (com origem no Nordeste) para o Norte e para o Centro-Sul têm contribuído para deixar para trás muitas mulheres para tocar as atividades no campo, coincidindo com as trajetórias identificadas nesta pesquisa.…”
Section: Resultados E Discussõesunclassified
Create an account to read the remaining citation statements from this report. You will also get access to:
  • Search over 1b+ citation statments to see what is being said about any topic in the research literature
  • Advanced Search to find publications that support or contrast your research
  • Citation reports and visualizations to easily see what publications are saying about each other
  • Browser extension to see Smart Citations wherever you read research
  • Dashboards to evaluate and keep track of groups of publications
  • Alerts to stay on top of citations as they happen
  • Automated reference checks to make sure you are citing reliable research in your manuscripts
  • 14 day free preview of our premium features.

Trusted by researchers and organizations around the world

Over 100,000 students researchers, and industry experts at use scite

See what students are saying

rupbmjkragerfmgwileyiopcupepmcmbcthiemesagefrontiersapsiucrarxivemeralduhksmucshluniversity-of-gavle
“…Nas experiências observadas as mulheres desempenham um papel protagonista na decisão de criação das feiras agroecológicas, o que pode ser atribuído ao fato de que elas permanecem continuamente nos agroecossistemas, enquanto os homens migram de forma sazonal para outras regiões. Corroborando a afirmação acima Scott (2007) afirma que a área rural da região Nordeste do Brasil é a que detêm mais domicílios com mulheres responsáveis do que qualquer outra região do país. O autor afirma ainda que fluxos (com origem no Nordeste) para o Norte e para o Centro-Sul têm contribuído para deixar para trás muitas mulheres para tocar as atividades no campo, coincidindo com as trajetórias identificadas nesta pesquisa.…”
Section: Resultados E Discussõesunclassified
“…Deve-se destacar um estudo realizado por Scott (2007), em que o pesquisador faz um levantamento de dados no norte e nordeste do Brasil e observa que as mulheres rurais parecem ter mais instruções e experiências no trabalho domiciliar, já que se inserem ainda na adolescência, comparando-se elas aos homens. Porém, recebem menor remuneração do que os homens pelo mesmo trabalho exercido.…”
Section: As Atuações Da Mulher No Trabalho Ruralunclassified
“…11 Para mais informações, sugere-se a leitura dos Manuscritos Econômicos Filosóficos, escritos por Karl Marx, em 1844(MARX, 1987. 12 Russel SCOTT, 2007. abraçadas com seus bebês dentro das casas soterradas e outras presas aos troncos das árvores para resistirem às enxurradas. Essas mulheres, imbuídas de suas responsabilidades enquanto mães e cuidadoras, utilizaram muito tempo para socorrer seus filhos, o que comprometeu a desocupação das casas, sendo insuficiente o tempo para conseguirem um lugar para se abrigarem.…”
unclassified