2013
DOI: 10.1590/s0103-84782013005000097
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Resistência natural da madeira de Tectona grandis em ensaio de laboratório

Abstract: RESUMO O objetivo da pesquisa foi avaliar a resistência natural da madeira de teca (Tectona grandis) a fungos e térmitas xilófagos em condições de laboratório. As árvores empregadas possuíam 15 anos de idade, provenientes de um plantio da Empresa

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
7
0
11

Year Published

2015
2015
2024
2024

Publication Types

Select...
9

Relationship

2
7

Authors

Journals

citations
Cited by 21 publications
(18 citation statements)
references
References 6 publications
0
7
0
11
Order By: Relevance
“…Os valores de mortalidade observados sugerem que, estas madeiras, mesmo não sendo resistentes ao ataque do cupim da espécie Cryptotermes brevis, não são as mais preferidas por esses insetos. Assim, sugere-se a condução de ensaios de preferência alimentar, a fim de avaliar o grau de escolha destes organismos em relação a sua fonte de alimento (MOTTA et al, 2013;PAES et al, 2007PAES et al, , 2011PAES et al, , 2015.…”
Section: Resultsunclassified
“…Os valores de mortalidade observados sugerem que, estas madeiras, mesmo não sendo resistentes ao ataque do cupim da espécie Cryptotermes brevis, não são as mais preferidas por esses insetos. Assim, sugere-se a condução de ensaios de preferência alimentar, a fim de avaliar o grau de escolha destes organismos em relação a sua fonte de alimento (MOTTA et al, 2013;PAES et al, 2007PAES et al, , 2011PAES et al, , 2015.…”
Section: Resultsunclassified
“…This brown-rot fungus degrades preferentially polysaccharides of wood and partially oxidizes the lignin (Aguiar andFerraz 2012, Hammel et al 2002). Also, both wood species and fungi showed a higher mass loss in the sapwood (Motta et al 2013) and consequently better decay resistance in the heartwood (Costa et al 2003, Wiedenhoeft 2010) mainly due to the higher content of phenolic extractives in this wood. As can be seen in Table 3, the wood decay resistance did not change as a function of waterlogging in fresh water.…”
Section: Wood Decay Resistancementioning
confidence: 99%
“…Com relação à resistência biológica da madeira de alburno de teca, Motta et al (2013) constataram que a madeira de árvores com 15 anos de idade, foi resistente aos fungos Postia placenta e Neolentinus lepdeus e apresentou resistência moderada ao fungo Polyporus fumosus. No entanto, as amostras submetidas ao térmita subterrâneo Nasutitermes corniger, em ensaio de preferência alimentar, tiveram nota de desgaste, que classificou a madeira como de baixa resistência natural (ASTM -D 3345, 2005).…”
Section: Resistência a Cupins De Madeira Secaunclassified
“…Para a confecção de móveis, os desafios a serem superados são a menor estabilidade dimensional e a baixa resistência mecânica da madeira juvenil (Kretschmann, 2008;Melo et al, 2010;Müller et al, 2014), os defeitos, como empenamento, trincas superficiais e rachaduras, apresentados neste tipo de madeira (Arruda, 2013), assim como a baixa resistência da madeira de alburno ao ataque de organismos xilófagos (Motta et al, 2013;Silva et al, 2014), como fungos, isópteros (térmitas ou cupins) e coleópteros (besouros ou brocas de madeira).…”
Section: Introductionunclassified