2000
DOI: 10.1590/s0037-86822000000400013 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: O Sertão de Pernambuco não é área endêmica nem focal para esquistossomose mansônica. O presente trabalho registra a ocorrência de Biomphalaria straminea em açude da região, constatando que suas águas têm características físico-químicas favoráveis à proliferação destes moluscos. Chama a atenção para a possibilidade da introdução da doença no semi-árido, diante da crescente multiplicação de barragens.

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
0
0
0
0
0
0
3
0
1

Publication Types

Select...

Relationship

0
0

Authors

Journals