2016
DOI: 10.1590/s0104-40362016000300003 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: Resumo Este artigo objetiva apresentar o modelo de gestão que embasa a política educacional paulista de 1995 a 2014, reconstruindo, para tanto, a lógica que sustenta e entrelaça os principais programas, projetos e ações implementados no período. A partir de análise bibliográfica e documental, verificou-se que, nesse período, os eixos racionalização organizacional, mudança nos padrões de gestão e melhoria na qualidade do ensino, mantiveram-se como base da reforma educacional no Estado. Sob essa configuração, o … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
Select...
3
1
1
0
0
0
15

Year Published

2017
2017
2020
2020

Publication Types

Select...
3

Relationship

1
2

Authors

Journals

0
0
0
15
Order By: Relevance
“…Tratava-se de duas diretrizes: reforma e racionalização da estrutura administrativa; mudança no padrão de gestão. Segundo Ramos (2016), estas diretrizes buscavam: 1) a implantação de um sistema eficaz de informatização dos dados educacionais; 2) a desconcentração e descentralização de recursos e competências por meio da reorganização da estrutura da Secretaria de Educação e do estabelecimento de parcerias para prestação dos serviços educacionais (idem). No caso da mudança nos padrões de gestão, ela teria como metas: 1) a racionalização do fluxo escolar, revertendo o quadro de repetência e evasão nas escolas estaduais paulistas; 2) a instituição de mecanismos de avaliação dos resultados; 3) o aumento da autonomia administrativa, financeira e pedagógica das escolas (idem).…”
Section: Os Dados Educacionais Em São Paulo: Sentidos Hegemônicosunclassified
Create an account to read the remaining citation statements from this report. You will also get access to:
  • Search over 1.2b+ citation statments to see what is being said about any topic in the research literature
  • Advanced Search to find publications that support or contrast your research
  • Citation reports and visualizations to easily see what publications are saying about each other
  • Browser extension to see Smart Citations wherever you read research
  • Dashboards to evaluate and keep track of groups of publications
  • Alerts to stay on top of citations as they happen
  • Automated reference checks to make sure you are citing reliable research in your manuscripts
  • 14 day free preview of our premium features.

Trusted by researchers and organizations around the world

Over 130,000 students researchers, and industry experts at use scite

See what students are saying

rupbmjkragerfmgwileyiopcupepmcmbcthiemesagefrontiersapsiucrarxivemeralduhksmucshluniversity-of-gavle
“…Tratava-se de duas diretrizes: reforma e racionalização da estrutura administrativa; mudança no padrão de gestão. Segundo Ramos (2016), estas diretrizes buscavam: 1) a implantação de um sistema eficaz de informatização dos dados educacionais; 2) a desconcentração e descentralização de recursos e competências por meio da reorganização da estrutura da Secretaria de Educação e do estabelecimento de parcerias para prestação dos serviços educacionais (idem). No caso da mudança nos padrões de gestão, ela teria como metas: 1) a racionalização do fluxo escolar, revertendo o quadro de repetência e evasão nas escolas estaduais paulistas; 2) a instituição de mecanismos de avaliação dos resultados; 3) o aumento da autonomia administrativa, financeira e pedagógica das escolas (idem).…”
Section: Os Dados Educacionais Em São Paulo: Sentidos Hegemônicosunclassified
“…Assim, em 1995, o governador Mário Covas afirmava que as mudanças educacionais eram imprescindíveis para a reversão do quadro de extrema ineficiência gestacional, que atingia a SEE, como decorrência, sobretudo, do gigantismo da máquina burocrática e da falta de controle sobre o sistema de ensino (PINTO, 2011). Em face desse contexto, Covas estabeleceu a racionalização da gestão, a produtividade de recursos públicos e a melhoria na qualidade do ensino como diretrizes básicas para a realização das mudanças na educação paulista (RAMOS, 2016).…”
Section: O Contexto Das Políticas De Avaliação E O Caso Paulistaunclassified
“…Desse modo, a reforma educacional paulista transitava entre o enxugamento da estrutura organizacional da SEE e a manutenção do controle decisório, estabelecendo em São Paulo um "modelo de descentralização tutelada" (RAMOS, 2016). Pretendia-se, assim, que o Estado, representado pela SEE, assumisse papel de regulador e avaliador do sistema educacional, relegando à escola e à sociedade o papel operativo e fiscalizador (RAMOS, 2016).…”
Section: O Contexto Das Políticas De Avaliação E O Caso Paulistaunclassified
See 1 more Smart Citation
“…Para Libâneo;Toschi (2007), na maioria de nossas escolas, ainda prevalece a concepção técnico-científica de gestão a partir da qual perdura uma visão burocrática e tecnicista de escola. Neste caso, a direção fica situada sobre uma ou duas pessoas, com decisões verticais, baseada em uma realidade objetiva e neutra, focando em aspectos de eficiência e eficácia e em resultados nos moldes da administração gerencial (PARENTE, 2016;RAMOS, 2016), perdendo-se de referência, portanto, o entendimento de que a gestão "[...] não se ocupa do esforço despendido por pessoas isoladamente, mas com o esforço humano coletivo" (PARO, 2012, p.31).…”
Section: Introductionunclassified