2003
DOI: 10.1590/s1413-81232003000200011
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Proposta de metodologia para selecionar indicadores de desigualdade em saúde visando definir prioridades de políticas públicas no Brasil

Abstract: Promover a saúde com eqüidade é um grande desafio para os gestores públicos. A magnitude das desigualdades sociais em saúde e os recursos escassos impõem que as prioridades para a gestão pública se fundamentem no conhecimento da situação de saúde e do impacto de políticas, programas, projetos e ações sobre a saúde e seus determinantes. Este artigo apresenta a proposta metodológica de construção e seleção de indicadores de desigualdades em saúde utilizada pela Pesquisa Avaliativa de Desigualdades em Saúde no Ri… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
4
1

Citation Types

0
5
0
26

Year Published

2007
2007
2019
2019

Publication Types

Select...
6
2
1

Relationship

1
8

Authors

Journals

citations
Cited by 35 publications
(31 citation statements)
references
References 6 publications
(3 reference statements)
0
5
0
26
Order By: Relevance
“…Sem dúvida, um dos problemas que se coloca para a mensuração e compreensão dos determinantes das desigualdades em saúde, é dado pelo seu caráter plural e pela sobreposição de um quadro de múltiplas privações no acesso e utilização de bens sociais, a maioria derivada de desigualdades estruturais 9 .…”
Section: Introductionunclassified
“…Sem dúvida, um dos problemas que se coloca para a mensuração e compreensão dos determinantes das desigualdades em saúde, é dado pelo seu caráter plural e pela sobreposição de um quadro de múltiplas privações no acesso e utilização de bens sociais, a maioria derivada de desigualdades estruturais 9 .…”
Section: Introductionunclassified
“…Estudos em países desenvolvidos sugerem que fatores de risco sócio-econômicos, demográficos e clínicos dos receptores aumentam o risco de falência do transplante hepático, principalmente as faixas etárias extremas 17 , a raça negra 18 , o gênero feminino 19 , doença hepática viral grave, paciente com classificação ChildPugh grau C 20 , renda familiar e escolaridade baixa 21,22,23 . Entre os fatores do doador, destacam-se: o óbito por doenças cérebro-vasculares 9,24,25 , idades extremas 26 , gênero feminino, raça negra e, dentre os fatores do procedimento, tempo de isquemia fria do órgão maior que dez horas 14,15,17,27,28,29,30 .…”
Section: Introductionunclassified
“…Encontrar indicadores ou medidas para avaliar se as políticas públicas para atingir a equidade em saúde são efi cientes não é fácil, autores como Drachler et al (2003); Wagstaff et al (1991), Sen (1998) (New Zealand, 1998), procuram propor indicadores para avaliar a equidade em saúde ou as desigualdades em saúde em diferentes contextos.…”
Section: Equidade Em Saúde E Desenvolvimento Humanounclassified