volume 36, issue 1, P109-129 2016
DOI: 10.1590/0101-31572016v36n01a07
View full text
|
|
Share

Abstract: RESUMO: O presente estudo tem como objetivo avaliar culturas, pastagens e os preços das terras florestais no Brasil, entre 1994 e 2010, à luz da teoria pós-keynesiana. Os resultados fornecem evidência de que a terra, mais do que apenas um simples fator de produção, deve ser concebido como um ativo econômico. Na verdade, o preço da terra rural é determinado não apenas pela rentabilidade esperada decorrente das atividades agrícolas, mas também pelas expectativas dos agentes quanto à sua futura valorização e liq…

Expand abstract