2016
DOI: 10.18764/2178-2865.v20n1p171-184
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

POLÍTICA NACIONAL DE ATENÇÃO INTEGRAL À SAÚDE DAS PESSOAS PRIVADAS DE LIBERDADE NO SISTEMA PRISIONAL: uma análise do seu processo de formulação e implantação

Abstract: O sistema prisional brasileiro vem sofrendo uma superlotação, e isto reflete diretamente na condição de saúde da população carcerária, sendo agravada por fatores socioeconômicos, culturais e comportamentais. Neste sentido, através de uma revisão de literatura, este estudo objetiva analisar a forma como acontece a atenção à saúde nesse cenário e o processo de formulação e implantação da Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional (PNAISP). Ela instituiu, … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1

Citation Types

0
1
0
19

Year Published

2018
2018
2022
2022

Publication Types

Select...
6
2
1

Relationship

0
9

Authors

Journals

citations
Cited by 15 publications
(20 citation statements)
references
References 2 publications
(2 reference statements)
0
1
0
19
Order By: Relevance
“…The pPHCTs are part of the Health Care Network, and their function is to improve the quality of primary health care in prisons and the quality of territorial coordination. 4 The duties of the pPHCTs include effective and timely surveillance of infectious diseases, such as tuberculosis. 5 In Rio Grande do Sul, the pPHCTs provide coverage for approximately 70% of prison inmates.…”
Section: To the Editormentioning
confidence: 99%
“…The pPHCTs are part of the Health Care Network, and their function is to improve the quality of primary health care in prisons and the quality of territorial coordination. 4 The duties of the pPHCTs include effective and timely surveillance of infectious diseases, such as tuberculosis. 5 In Rio Grande do Sul, the pPHCTs provide coverage for approximately 70% of prison inmates.…”
Section: To the Editormentioning
confidence: 99%
“…Dividido, então em serviços de atenção básica e de média complexidade, as ações de saúde da PNAISP passaram a serem guiadas pela lógica da atenção básica, a partir do consenso que surge durante os últimos anos sobre a situação penitenciaria, com ênfase na insalubridade e superlotação que tornam as instituições propicias a difusão de doenças infectocontagiosas (Freitas et al, 2016).…”
Section: Introductionunclassified
“…Ressalta-se que dentre as várias propostas de saúde do governo federal, há a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde das Pessoas Privadas de Liberdade no Sistema Prisional (PNAISP) que tem como principal objetivo do cuidado integral dos detentos. No entanto, apesar de a PNAISP inserir a população carcerária na política do SUS, aproximadamente 37% das pessoas privadas de liberdade não têm acesso a serviço da Atenção Básica (FREITAS, 2016).…”
Section: Introductionunclassified