2013
DOI: 10.1590/s1414-81452013000200005
View full text |Buy / Rent full text
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: Pesquisa descritiva transversal realizada em uma unidade de reabilitação de um hospital psiquiátrico com o objetivo de caracterizar o perfil sociodemográfico e clínico de dependentes químicos em tratamento. Foram coletados dados de 350 prontuários referentes ao ano de 2010. A média de idade dos pacientes foi de 35,8 anos: 39,4% eram solteiros; 67,3% estudaram até o ensino fundamental; e 45,1% eram desempregados. A média de idade do primeiro consumo de drogas ocorreu antes dos 18 anos: 54,9% eram dependentes de… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
3
1

Citation Types

3
12
0
42

Year Published

2014
2014
2017
2017

Publication Types

Select...
3

Relationship

1
2

Authors

Journals

citations
Cited by 38 publications
(57 citation statements)
references
References 16 publications
(57 reference statements)
3
12
0
42
Order By: Relevance
“…A elevada prevalência de comorbidades psiquiátricas encontrada nos participantes deste estudo (88,8%), superior à da população geral (56%) 63 , pode decorrer de todos os entrevistados estarem internados e preencherem critérios para dependência química, sendo, portanto, mais graves. Capistrano et al 6 verificaram prevalência de comorbidades psiquiátricas em dependentes químicos de 13%, significativamente inferior à encontrada neste estudo. Já outros trabalhos demonstraram taxas mais altas de comorbidades psiquiátricas, de aproximadamente 50% e 83,9% 25,29 .…”
Section: Comorbidades Psiquiátricasunclassified
See 1 more Smart Citation
“…A elevada prevalência de comorbidades psiquiátricas encontrada nos participantes deste estudo (88,8%), superior à da população geral (56%) 63 , pode decorrer de todos os entrevistados estarem internados e preencherem critérios para dependência química, sendo, portanto, mais graves. Capistrano et al 6 verificaram prevalência de comorbidades psiquiátricas em dependentes químicos de 13%, significativamente inferior à encontrada neste estudo. Já outros trabalhos demonstraram taxas mais altas de comorbidades psiquiátricas, de aproximadamente 50% e 83,9% 25,29 .…”
Section: Comorbidades Psiquiátricasunclassified
“…Considerando a população mundial em 2013, cerca de 27 milhões de pessoas tinham algum transtorno decorrente do uso de drogas ou dependência química 5 . A dependência de álcool e SPAs acarreta redução da capacidade laboral, desemprego, marginalização/criminalidade, desestruturação familiar, aumento da demanda aos serviços de saúde e comorbidades psiquiátricas e clíni-cas 1,[6][7][8][9][10][11] . Acredita-se que conhecer o perfil sociodemográfico e as demandas dos dependentes químicos seja fundamental para uma melhor assistência, prevenção de casos novos/recaídas e tratamento dos já existentes [12][13][14][15][16] .…”
Section: Introductionunclassified
“…Os transtornos decorrentes do consumo de substâncias psicoativas são considerados uma das principais condições crônicas de saúde que ocasionam grave problema de saúde pública, ao considerar a sua alta prevalência e morbimortalidade (1)(2)(3) . Estimativas de 2015 do Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crimes (1) evidenciam que aproximadamente 246 milhões de pessoas no mundo, isto é, um em cada 20 indivíduos com idade entre 15 e 64 anos, tenham utilizado substâncias psicoativas no período de um ano.…”
Section: Introductionunclassified
“…(3,(9)(10) . Estudo desenvolvido em uma unidade de internação para transtornos decorrentes do consumo de substâncias psicoativas de um hospital geral de Sobral (CE) apresentou como resultado que, entre 203 pacientes internados, 62,5% apresentavam faixa etária entre 30 e 49 anos (11) .…”
Section: Introductionunclassified
“…The profile of frequent users is single men, approximately 30 years old, with a low level of education and unemployed (Bastos & Bertoni, 2014;Capistrano, Ferreira, Silva, Kalinke, & Maftum, 2013;Nappo, Galduróz, & Noto, 1994). Even though this profile shows mainly men, female users frequently present specific vulnerabilities such as exchanging sex for drugs and being exposed to AIDS, HIV, hepatitis C and syphilis, in addition to being exposed to sexual violence.…”
mentioning
confidence: 99%