2016
DOI: 10.1590/2176-457323516
View full text |Buy / Rent full text
|
Sign up to set email alerts
|

Abstract: This paper deals with the presence of promotional discourse in scientific popularization texts published in Ciência Hoje das Crianças (CHC) magazine. Observing articles published in CHC, we verified the presence of a discursive aim of incitation directed at young readers. We hypothesized that the promotional discourse could be evidenced in those texts and investigated, in a corpus of 30 texts, the communicational and discursive characteristics of this discourse. The analysis results corroborated our hypothesis… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1

Citation Types

0
0
0
5

Year Published

2016
2016
2018
2018

Publication Types

Select...
2

Relationship

1
1

Authors

Journals

citations
Cited by 2 publications
(5 citation statements)
references
References 3 publications
(5 reference statements)
0
0
0
5
Order By: Relevance
“…Todas estas restrições são enfatizadas quando o destinatário é o público infantojuvenil, principalmente as restrições de seriedade e de emocionalidade, que se evidenciam como uma aparente contradição pelo facto de se conjugarem simultaneamente (GIERING, 2009(GIERING, , 2012RAMOS, MARQUES e DUARTE, 2015). Conforme Giering (2008), o leitor encontra-se numa fase inicial do processo de aprendizagem, onde "as temáticas ligadas ao domínio das ciências são de antemão alheias aos interesses imediatos dos leitores infantis" (p. 186).…”
Section: Virtualidades Do Estudo De Textos De Divulgação Científica Nunclassified
“…A autora afirma que é necessário emocionar e sensibilizar o leitor para os temas de teor científico, a fim de causar curiosidade para ler os textos e interesse pela leitura (idem, 2012). Isto vem corroborar a necessidade de os textos de divulgação científica mediática para crianças e jovens se caracterizarem pela capacidade de informar (fazer-saber), competencializar (fazercompreender) e captar (fazer-sentir) (SOUZA e GIERING, 2008;GIERING, 2009GIERING, , 2014; GIERING e SOUZA, 2013).…”
Section: Virtualidades Do Estudo De Textos De Divulgação Científica Nunclassified
“…Particularmente no discurso promocional, essa falta é identificada como um comportamento desejado para a prevenção de danos à pessoa, tais como parar de fumar, praticar exercícios, realizar exames para a prevenção de doenças etc. Giering (2016) mostra que o discurso promocional na Divulgação Científica Midiática (doravante DCM) vai além da ideia de campanha de prevenção, é um dos tipos do discurso propagandista, que se caracteriza por uma incitação ao fazer. De acordo com a autora, "na DCM, se o locutor, baseado em conhecimentos científicos, apresenta uma falta ao leitor e o incita a um fazer que preenche o objeto de busca e o torna (ou a sociedade) beneficiário deste fazer, temos esse tipo de discurso" (GIERING, 2016, p. 65).…”
Section: Fundamentos Teóricosunclassified
“…O corpus de textos selecionado para análise é formado por 30 artigos de fim discursivo fazer-fazer, que embasaram pesquisa anterior de Giering (2016) sobre a presença do discurso promocional em artigos da CHC. O discurso chamado de promocional, conforme Charaudeau (2010), é um dos tipos do discurso propagandista, que se caracteriza por uma incitação ao fazer.…”
unclassified
See 1 more Smart Citation