volume 21, issue 73, P47-70 2000
DOI: 10.1590/s0101-73302000000400004
View full text
|
|
Share

Abstract: RESUMO: O texto examina a questão do relativismo e do universalismo no currículo. Segundo o autor, os relativistas defendem o questionamento da validade do que se ensina. Já para os universalistas, há saberes "públicos" aos quais todos devem ter acesso e que apresentam valor independentemente de circunstâncias e interesses particulares. Após analisar as implicações pedagógicas das duas perspectivas, o autor advoga que escolas e professores ofereçam a cada aluno a possibilidade de compreender a multiplicidade …

Expand abstract

Search citation statements

Order By: Relevance

Citation Types

0
0
0
12

Paper Sections

0
0
0
0
0

Publication Types

0
0
0
0

Relationship

0
0

Authors

Journals