volume 36, issue 1, P91-108 2016
DOI: 10.1590/0101-31572016v36n01a06
View full text
|
Sign up to set email alerts
|
Share

Abstract: RESUMO: O artigo discute a dinâmica da acumulação de capital nas economias da América Latina. A hipótese é que nessas economias o papel do Estado é comparativamente mais amplo do que nas economias dos centros do capitalismo, por razões estruturais. O argumento baseia-se principalmente em Marx e Kalecki, além de elementos históricos das economias da América Latina, particularmente da economia brasileira. Em seguida, o artigo explora as consequências dinâmicas desta natureza em nível nacional, concluindo que est…

Expand abstract