2012
DOI: 10.1590/s1517-45222012000300005 View full text |Buy / Rent full text
|
|

Abstract: O artigo reflete sobre o ensino tradicional das ciências sociais no Brasil a partir do seguinte diagnóstico inicial: uma ênfase excessiva nos clássicos e na erudição em detrimento da pesquisa empírica. Em segundo lugar, pretende analisar o ensino da metodologia das ciências sociais no país, permeado por uma falsa oposição entre as técnicas quantitativas e qualitativas, que são elevadas à categoria de metodologias diferentes e inclusive contraditórias. Esta guerra metodológica salda-se, com frequência, com a de… Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance
Select...
0
7
0
17

Publication Types

Select...

Relationship

0
0

Authors

Journals