2008
DOI: 10.1590/s0103-40142008000100016
|View full text |Cite
|
Sign up to set email alerts
|

Nação e nacionalismo a partir da experiência brasileira

Abstract: th century was one of nationalist effervescence in europe, embodied by the implantation of the institutions of the French Revolution and by the development of the forces of production through the Industrial Revolution in england. the new World rupture with the colonial process derives from the emanations of these revolutions. What emerges is a collection of nations with varied genetic processes and distinct patterns of construction.the virtuous combination of these two revolutions prospers in the union of the … Show more

Help me understand this report

Search citation statements

Order By: Relevance

Paper Sections

Select...
2
1
1
1

Citation Types

0
1
0
11

Year Published

2012
2012
2022
2022

Publication Types

Select...
5
2
2

Relationship

0
9

Authors

Journals

citations
Cited by 16 publications
(12 citation statements)
references
References 0 publications
0
1
0
11
Order By: Relevance
“…Depreende-se deste fato que, além da ínfima participação popular e da inexistência da figura do "povo brasileiro" durante todo o processo, a emancipação, seus condicionantes e suas consequências foram limitados ao que interessava às classes dominantes, apenas (SODRÉ, 1960). Nas palavras de Lessa (2008), a transferência da Coroa havia apenas "reciclado" e incorporado as antigas elites à Corte, afastando, assim, o risco de uma ruptura abolicionista e republicana.…”
Section: Da Emancipação Política Ao Anticlímax Monárquicounclassified
“…Depreende-se deste fato que, além da ínfima participação popular e da inexistência da figura do "povo brasileiro" durante todo o processo, a emancipação, seus condicionantes e suas consequências foram limitados ao que interessava às classes dominantes, apenas (SODRÉ, 1960). Nas palavras de Lessa (2008), a transferência da Coroa havia apenas "reciclado" e incorporado as antigas elites à Corte, afastando, assim, o risco de uma ruptura abolicionista e republicana.…”
Section: Da Emancipação Política Ao Anticlímax Monárquicounclassified
“…Somente nas primeiras décadas do século XX, no contexto da formação da nação brasileira, é que se dá a origem das universidades brasileiras: a do Rio de Janeiro em 1920, criada por meio da junção de faculdades, e a da USP que surge em 1934, com a proposta do modelo que introduz nas funções da universidade as atividades de ensino e pesquisa (SAVIANI, 2001;FAVERO, 1977, apud MENEGHEL, 2002MORHY, 2004;SOUSA, 2006;FELDMAN, 2006;ROMANO, 2006a;SILVA, José, 2006;CUNHA, 2007;LESSA, 2008).…”
Section: Considerações Finaisunclassified
“…Neste caso, a concentração pessoal e regional de riquezas na colônia acaba sendo uma das condições necessárias para o funcionamento do sistema colonial (Arroyo, 2004), e terá consequências duradouras na estruturação do território. Ainda no período colonial, a mineração destaca-se por promover uma proto-integração territorial e deslocar também o epicentro econômico do mundo lusitano para o Brasil (Lessa, 2008). A longa construção do mercado interno evoluiu a partir do aprofundamento (limitado, dado que em base mercantil) dos complexos econômicos regionais com sua hinterlândia, estabelecendo uma rede de cidades complexa, mas restrita; a sobredeterminação do complexo econômico do café em São Paulo perante as outras regiões, decorrente de sua maior produtividade e base em relações capitalistas; e, por fim, a industrialização que subordinou definitivamente as economias primário-exportadoras à sua lógica, o que exigiu pesados investimentos estatais em infraestrutura .…”
Section: Breves Notas Sobre a Construção Territorial Do Estado Brasilunclassified
“…7 Estes não se comparam às guerras e intromissões em assuntos internos da Europa pré-Westphalia, sendo possível, no caso brasileiro, qualificar o "parto sem dor do Estado Nacional" (Lessa, 2008).…”
Section: Breves Notas Sobre a Construção Territorial Do Estado Brasilunclassified